TSA testa a solução orientada por IA da Pangiam para melhorar a detecção de ameaças em aeroportos

A Pangiam, em colaboração com o Google Cloud, foi selecionada para demonstrar sua solução de inteligência artificial para detecção avançada acessível

WASHINGTON (EUA)--()--A Transportation Security Administration (TSA) selecionou os tecnólogos de segurança em transporte da Pangiam para demonstrar sua solução de detecção acessível orientada por inteligência artificial (IA) que tem o potencial de transformar a segurança da aviação no mundo inteiro.

O Projeto DARTMOUTH, uma colaboração entre Pangiam e Google Cloud, utiliza IA e tecnologias de análise de padrões para analisar grandes quantidades de dados em tempo real, a fim de identificar possíveis itens proibidos em bagagens de mão.

“À medida que a TSA e outras agências de segurança adotam a tomografia computadorizada 3D, esta aplicação de IA representa um salto potencialmente transformador na segurança da aviação, tornando as viagens mais seguras e consistentes, permitindo que os oficiais altamente treinados da TSA se concentrem em malas que representam o maior risco. Nosso objetivo é utilizar tecnologias de IA e visão computacional para melhorar a segurança, fornecendo à TSA e aos agentes de segurança ferramentas poderosas para detectar elementos proibitivos que possam representar uma ameaça à segurança aérea. Trata-se de um passo importante para estabelecer um novo padrão de segurança com implicações mundiais”, disse Alexis Long, diretor de Produtos da Pangiam.

A Força-Tarefa de Inovação (ITF) da TSA emitiu um Anúncio de Agência Ampla (BAA) para soluções de segurança em transporte em dezembro de 2021, com o objetivo de identificar soluções inovadoras que são rigorosamente avaliadas e depois demonstradas em um ambiente operacional ao vivo. A missão da ITF é identificar e demonstrar soluções emergentes que aumentem a eficácia da segurança, melhorem a experiência dos passageiros e forneçam soluções que garantam a liberdade de movimento em todo o sistema de transporte do país.

A primeira série de testes do Projeto DARTMOUTH está programada para começar no System Integration Facility (TSIF) da TSA – um laboratório de quase 12 mil metros quadrados que serve como campo de testes para tecnologias de ponta para possível implementação em pontos de controle de segurança do aeroporto. Embora a TSA seja a primeira em apresentar a iniciativa do Projeto DARTMOUTH na América do Norte, a Pangiam também está trabalhando com o AGS Airports Group em testes nos aeroportos de Aberdeen, Glasgow e Southampton, no Reino Unido.

A solução baseada em IA da Pangiam foi projetada segundo os padrões de Arquitetura Aberta e, portanto, pode ser interoperável com hardware e equipamentos de maneira “plug and play”, permitindo que as operações de segurança sejam transformadas rapidamente por meio da inovação do software.

Saiba mais sobre a Pangiam e o piloto do Projeto DARTMOUTH em www.pangiam.com/project-dartmouth.

Sobre a Pangiam
Somos especialistas em segurança, tecnólogos, inovadores e solucionadores de problemas.

Fundada por uma equipe de profissionais de alfândega e segurança com décadas de experiência executiva coletiva de alto nível, a Pangiam tem um profundo conhecimento sobre os desafios operacionais, de facilitação e de segurança enfrentados por empresas e governos atualmente – e como eles afetam a experiência do cliente, as receitas e a lealdade da marca. Desde a nossa fundação, a Pangiam adquiriu empresas de tecnologia líderes do setor no espaço de verificação de identidade e controle de acesso, incluindo veriScan, Linkware e Trueface. Hoje em dia, operamos sob o nome Pangiam, como uma única empresa que oferece soluções, especialização e capacidades abrangentes.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.