GSMA: operadores móveis globais se comprometam a uma abordagem comum para a segurança da Internet das Coisas

AT&T, China Mobile, China Telecom, China Unicom, Deutsche Telekom, Etisalat, KDDI, LG Uplus, Orange, Telefónica, Telenor Group, Telia, Turkcell, Vodafone Group e Zain concordam em adotar as diretrizes de segurança da GSMA no setor de Internet das Coisas

LONDRES--()--A GSMA anunciou hoje que as operadoras móveis globais incluindo AT&T, China Mobile, China Telecom, China Unicom, Deutsche Telekom, Etisalat, KDDI, LG Uplus, Orange, Telefónica, Telenor Group, Telia, Turkcell, Vodafone Group e Zain se comprometeram a adotar e implantar as Diretrizes de segurança da GSMA no setor de Iot. As diretrizes descrevem as melhores práticas e recomendações para a segurança da Internet das Coisas (IoT) para todo o ecossistema de IoT e estabelecem um esquema completo de avaliação de segurança para ajudar a garantir a proteção dos serviços de IoT contra riscos nessa área. Haverá um alcance de 3,1 bilhões de conexões Iot até 2025, segundo a GSMA Intelligence.

“Para que a IoT prospere, o setor precisa de uma abordagem alinhada e consistente para a segurança da IoT. Nossas diretrizes incentivam o setor a adotar um conjunto robusto de melhores práticas que irão ajudar a criar um mercado de IoT mais seguro com serviços confiáveis que podem ser ampliados à medida que o mercado cresce”, comentou Alex Sinclair, diretor de tecnologia da GSMA. “O setor de telefonia móvel tem um longo histórico de fornecimento de serviços seguros em espectro licenciado e, ao implementar essas diretrizes, podemos ajudar a garantir a sustentabilidade e o crescimento de longo prazo do mercado.”

As Diretrizes de Segurança da IoT da GSMA são direcionadas a provedores de serviços de IoT, fabricantes de dispositivos, desenvolvedores e operadoras de telefonia móvel e oferecem as melhores práticas para o projeto, desenvolvimento e implantação de soluções de IoT seguras de ponta a ponta nas indústrias e serviços. As soluções abordam os problemas típicos de segurança cibernética e privacidade de dados associados aos serviços IoT e descrevem um processo passo a passo para lançar de forma segura as soluções no mercado.

Eles são apoiados por um esquema de avaliação de segurança de IoT que fornece uma lista de verificação para apoiar o lançamento seguro de soluções de Internet das coisas no mercado e mantê-las seguros durante todo o seu ciclo de vida, criando assim um ecossistema sustentável de Iot é projetado para a segurança de ponta a ponta. As Diretrizes de segurança de IoT da GSMA e a Avaliação de Segurança de IoT também cobrem o rápido crescimento da área ampla de baixa potência ou tecnologias móveis de IoT, LTE-M e NB-IoT.

Programa IoT no Mobile World Congress Shanghai 2018

O programa IoT da GSMA sediará sua 7a cúpula GSO Mobile IoT no Mobile World Congress Shanghai 2018. A cúpula vai explorar os mais recentes desenvolvimentos em redes de área ampla de baixa potência em espectro licenciado à medida que eles estão sendo lançados em todo o mundo e abrangem temas como análise de dados, o impacto de 5G e segurança, entre outros. A cúpula será realizada no Auditório A, Hall N5, no Novo Centro Internacional de Exposições de Xangai (SNIEC). Para mais informações sobre a cúpula, acesse: www.gsma.com/iot/event/iot-summit-at-mobile-world-congress-shanghai-2018/. O programa também irá mostrar uma série de produtos e serviços de IoT de vanguarda na GSMA Innovation City (Cidade de Inovação da GSMA) no Hall N5 na SNIEC; para obter mais informações sobre a Cidade, acesse www.gsma.com/iot/iot-mwcs18-innovation-city/.

Connected China no Mobile World Congress Shanghai 2018

O programa IoT da GSMA também sediará a "Connected China” (China Conectada) no Mobile World Congress Shanghai, reunindo algumas das empresas start-ups e desenvolvedoras mais inovadoras da China para mostrar seus produtos e soluções utilizando tecnologias Mobile IoT em LTE-M e NB-IoT. Haverá uma série de demonstrações interativas em seis principais aplicações verticais: IoT industrial, logística, agricultura inteligente, segurança contra incêndios, cidade inteligente e casa inteligente. A Connected China será realizada de 27 a 29 de junho no NEXTech Hall W5 no SNIEC. Para mais informações, acesse: www.gsma.com/iot/connected-china-at-mwc-shanghai-2018/.

Para mais informações sobre o trabalho da GSMA sobre segurança de IoT, acesse: https://www.gsma.com/iot/future-iot-networks/iot-security-guidelines/

-FIM-

CITAÇÕES DOS OPERADORES

AT&T
“Uma abordagem comum para a segurança de IoT será primordial à medida que se multiplica o número de conexões globais de IoT. Essas diretrizes são uma iniciativa vital para concretizar a visão de um ecossistema de IoT seguro, robusto e completo”, disse Cameron Coursey, vice-presidente da Internet of Things Solutyions da AT&T. “Trabalhamos em estreita colaboração com a GSMA para ajudar a desenvolver as diretrizes e também as cumprimos plenamente. Este é um grande passo em direção a um ecossistema global de IoT que está protegido contra riscos de segurança.”

ETISALAT
““Hoje, tornou-se imperativo centrar-se na necessidade de ter uma avaliação comum da IoT e diretrizes de segurança que sejam adotadas por operadores globais, fabricantes e desenvolvedores de dispositivos de IoT. Com a oportunidade global da IoT para crescer e permitir inovações revolucionárias, essas diretrizes irão ajudá-lo a prosperar e ser adotadas em diversos setores e serviços. A Etisalat apoia a liderança global da GSMA na definição dessas melhores práticas e se orgulha de ser uma das operadoras pioneiras na implementação dessas diretrizes,” disse Francisco Salcedo, vice-presidente sênior da Etisalat Digital.

KDDI
“Na IoT onde vários itens tais como dispositivos que suportam infraestrutura social e eletrodomésticos estão conectados à rede, existem problemas em termos de segurança, como controle remoto ilegal, falsificação, interceptação de dados e assim por diante. Ao difundir essas diretrizes a nível mundial com a GSMA, será possível utilizar vários dispositivos de IoT com mais segurança”, disse Keigo Harada, gerente geral da divisão de desenvolvimento de negócios de IoT da KDDI.

ORANGE
“Oferecer uma IoT confiável é essencial quando estamos falando de implantações de IoT em massa para clientes em todo o mundo. Acreditamos que essas diretrizes são fundamentais para garantir que as redes e plataformas de IoT estejam protegidas por design do começo ao fim”, comentou Pascal Ancian, diretor do programa de Iot da Orange.

TELENOR GROUP
“Damos as boas vindas às diretrizes da GSMA, já que existe uma necessidade de padronização e direção comum em todo o ecossistema da IoT. A Telenor Group se compromete a fornecer redes e serviços seguros e que funcionem bem, e as novas diretrizes apoiam nossas rigorosas medidas de segurança global. Per Simonsen, vice-presidente sênior , diretor de empresas digitais da Telenor.

ZAIN
“As crescentes ameaças cibernéticas representam riscos significativos para a infraestrutura das comunicações e, com a proliferação de dispositivos IoT, a segurança da rede e a resiliência são de extrema importância. As diretrizes de segurança da Iot da GSMA ajudam a definir as medidas apropriadas que as operadoras devem adotar para mitigar essas ameaças. A Zain está alinhando suas políticas de segurança de IoT nesse sentido”, - Scott Gegenheimer, diretor executivo de operações do Zain Group.

Sobre a GSMA
A GSMA representa os interesses das operadoras móveis em todo o mundo, unindo cerca de 800 operadores com mais de 300 empresas no ecossistema móvel mais amplo, incluindo fabricantes de celulares e dispositivos, empresas de software, fornecedores de equipamentos e empresas de Internet, bem como organizações em setores industriais adjacentes. A GSMA também produz eventos líderes do setor, como o Mobile World Congress, o Mobile World Congress Shanghai, o Mobile World Congress Americas e conferências do Mobile 360 Series.

Para obter mais informações visite o site corporativo da GSMA em www.gsma.com. Siga a GSMA no Twitter: @GSMA.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contacts

Contatos de mídia:
Para a GSMA
Ava Lau
+852 2533 9928
alau@webershandwick.com
ou
Beau Bass
+44 79 7662 4962
beau.bass@webershandwick.com
ou
Escritório de imprensa da GSMA
pressoffice@gsma.com

Contacts

Contatos de mídia:
Para a GSMA
Ava Lau
+852 2533 9928
alau@webershandwick.com
ou
Beau Bass
+44 79 7662 4962
beau.bass@webershandwick.com
ou
Escritório de imprensa da GSMA
pressoffice@gsma.com