UBS Investor Watch - Relatório indica que o otimismo dos investidores e proprietários de empresas em relação à economia permanece alto durante os primeiros 100 dias de governo do presidente Trump

Investidores estão dispostos a investir dinheiro em projetos, quando as principais questões forem resolvidas

Dois terços dos proprietários de empresas planejam aumentar os investimentos e mais da metade planejam aumentar as contratações

Principais descobertas:

  • Sessenta e um por cento (61%) de todos os investidores estão otimistas em relação às perspectivas econômicas dos 12 meses
  • Sessenta e seis por cento (66%) dos investidores estão otimistas em relação às perspectivas de curto prazo para as ações
  • Noventa e um por cento (91%) dos investidores acreditam que investir em infraestrutura impactará positivamente na economia
  • Noventa por cento (90%) dos investidores acreditam que o governo americano deve gastar mais tempo na elaboração e apresentação de uma solução melhor em assistência médica
  • Setenta e quatro por cento (74%) dos investidores pensam que o governo deve se concentrar depois na reforma fiscal
  • Sessenta e seis por cento (66%) de todos os proprietários de pequenas empresas planejam investir mais em seus negócios
  • Cinquenta e seis por cento (56%) dos proprietários de pequenas empresas pretendem aumentar a contratação

NOVA IORQUE--()--UBS Wealth Management Americas (WMA) divulgou hoje o seu relatório trimestral UBS Investor Watch, “On your mark…,” que descobriu que, desde a eleição, um crescente número consistente de investidores em todo o espectro político está otimista em relação à economia americana. Cinquenta e oito por cento (58%) acreditam que a administração terá um impacto positivo na economia, perante 54% em dezembro – até os democratas se sentem mais positivos do que se sentiam durante a última pesquisa.

A maioria dos investidores (61%) está otimista em relação às perspectivas econômicas dos 12 meses. Mais da metade dos investidores (56%) deseja mobilizar capital adicional e antecipar mais avanços nas principais iniciativas políticas que acreditam que irão promover o crescimento econômico: infraestrutura, impostos e outra tentativa de reforma na área de assistência médica.

Entre os proprietários de pequenas empresas, que também são pesquisados no relatório, a maioria está otimista em relação à melhoria do ambiente empresarial (54%). Como tal, a proporção de empresários que planeja investir mais em seus negócios e aumentar a contratação é duas vezes maior do que aqueles que procuram investir menos ou reduzir o seu tamanho.

"É encorajador continuar a ver o otimismo aumentando entre os investidores e proprietários de pequenas empresas ao longo do tempo, assim como a vontade de investir o seu capital", disse Paula Polito, diretora de estratégia do cliente da UBS Wealth Management Americas. "À medida que os investidores começarem a ver mais progresso nas iniciativas que promovem a economia, é muito provável que comecem a se comprometer mais."

No geral, os investidores tendem a ver o clima de investimento atual com potencial para retornos elevados. Dois terços (66%) se sentem otimistas quanto à perspectiva de curto prazo para as ações. Embora a confiança entre os republicanos e independentes tenha permanecido estável, o sentimento entre os democratas tem aumentado significativamente e muitos investidores têm se preocupado mais em perder os ganhos de mercado.

Os investidores estão prontos para aproveitar os sinais de progressos adicionais da administração; dar prioridade aos cuidados de saúde, infraestruturas e reduções fiscais

Cerca de metade dos investidores (47%) aprova o trabalho que a administração está fazendo, mas 61% querem mais estabilidade por parte da administração e 48% desejam mais clareza nas áreas de atenção do governo antes de investir. Um percentual igual de investidores (40%) está à espera de impostos menores sobre os rendimentos pessoais e mais gastos com infraestrutura. A economia dos EUA continua a ser a principal questão para os investidores e, em geral, eles esperam ação por parte do governo.

As avaliações dos investidores da administração diferem por filiação partidária: discriminadas, 77% dos republicanos aprovam o trabalho feito até agora contra 24% dos democratas. Entretanto, os investidores de ambas as partes concordam sobre as três áreas de prioridades para a nova administração. Quase todos os investidores (91%) acreditam que o investimento em infraestrutura terá um impacto positivo na economia - particularmente na reforma de aeroportos americanos, conforme o relatório de infraestrutura recente da UBS – e três quartos (74%) gostariam de ver a reforma fiscal como o próximo foco da administração, mas 67% estão menos otimistas sobre os resultados potenciais da reforma fiscal, com base nos resultados das tentativas de reforma no setor de assistência médica.

O setor de assistência médica ainda é um questão importante. Quase todos os investidores (90%) acham que o governo deve gastar mais tempo preparando uma solução melhor para o setor, com 61% querendo a revisão do Affordable Care Act atual, embora estejam dispostos a esperar por uma alternativa mais ponderada e eficaz.

"Os investidores ainda se sentem otimistas em relação ao futuro da economia, mas continuam a estabelecer um alto nível para a administração com base em promessas feitas durante a campanha", disse Sameer Aurora, chefe do setor de Opiniões do Cliente e Investidores pela WMA. "Apesar da queda no otimismo de alguns investidores, como resultado da recente situação da lei de assistência médica, com as ações certas, muitos investidores ainda acreditam que a administração pode atingir seus objetivos e colocar o país no caminho certo para o crescimento."

Os proprietários de pequenas empresas continuam a fazer planos para investir e aumentar a contratação

Tal como acontece com os investidores de alto patrimônio líquido, o levantamento dos proprietários de pequenas empresas descobriu que eles ainda se sentem otimistas quanto ao potencial para crescimento sob a administração de Trump. Três quartos (75%) dos proprietários de pequenas empresas estão otimistas com relação às perspectivas para os seus negócios nos próximos 12 meses, com 54% altamente otimistas em relação a uma melhoria do ambiente empresarial com menos regulamentos – em comparação aos 45% em dezembro de 2016 – e 49% altamente otimistas com relação a uma maior facilidade de se fazer negócios em comparação aos 37% de dezembro.

Como resultado desse otimismo, 66% dos proprietários de pequenas empresas planejam investir mais em seus negócios e 56% pretendem aumentar a contratação. Estes números se comparam aos 31% que planejam investir menos em seus negócios e aos 29% que dizem que vão reduzir a sua mão de obra.

Sobre o UBS Investor Watch

A UBS Wealth Management Americas faz pesquisas com investidores americanos em base trimestral para se manter atualizada com as suas necessidades, objetivos e preocupações. Depois de identificar várias tendências emergentes nos dados da pesquisa, em 2012, a UBS decidiu criar o relatório UBS Investor Watch para acompanhar, analisar e fazer um relato dos sentimentos de investidores mais ricos e de alto patrimônio líquido. Para saber mais sobre o relatório com foco nos investidores, acesse www.ubs.com/investorwatch

Metodologia

Para esta 19ª edição do UBS Investor Watch, 2.272 investidores afluentes e de alto patrimônio líquido (com pelo menos US$ 1 milhão em ativos investidos) participaram de 28 de março a 3 de abril de 2017, incluindo 510 investidores com pelo menos US$ 5 milhões. Também incluímos uma sobreamostragem de 383 empresários que têm pelo menos um empregado além deles. Com 90 entrevistados, realizamos entrevistas qualitativas de acompanhamento.

Notas para os editores

Sobre a UBS Wealth Management Americas

A Wealth Management Americas é uma das principais gestoras de riqueza das Américas em termos de produtividade de assessores financeiros e ativos investidos. A sua atividade inclui os negócios de gestão de patrimônios norte-americanos e canadenses da UBS, assim como negócios internacionais registados nos EUA. Ela oferece um conjunto totalmente integrado de soluções de gerenciamento de riquezas projetado para atender às necessidades de clientes de ultraelevado patrimônio líquido e alto patrimônio líquido.

Sobre a UBS

A UBS oferece consultoria financeira e soluções para clientes com alto patrimônio líquido, institucionais e corporativos do mundo inteiro, além de clientes do setor privado na Suíça. A estrutura operacional do Grupo é composta pelo nosso Centro Corporativo e cinco divisões de negócios: Gestão de Patrimônio, Gestão de Patrimônio Américas, Banco Pessoal e Corporativo, Administração de Recursos e Banco de Investimentos. A estratégia da UBS se desenvolve sobre os pontos fortes de todos os seus negócios e concentra os seus esforços nas áreas em que se destaca, procurando simultaneamente capitalizar nas perspectivas de crescimento atraentes nos negócios e nas regiões em que atua, de forma a gerar retornos atrativos e sustentáveis para os seus acionistas. Todos os seus negócios são eficazes em termos de capital e se beneficiam de uma forte posição competitiva em seus principais mercados.

A UBS está presente em todos os principais centros financeiros do mundo. Possui escritórios em 54 países, com cerca de 34% de seus funcionários nas Américas, 35% na Suíça, 18% no resto da Europa, Oriente Médio e África e 13% na Ásia-Pacífico. O UBS Group AG emprega aproximadamente 60.000 pessoas no mundo inteiro. Suas ações estão listadas na SIX Swiss Exchange e na Bolsa de Valores de Nova Iorque (NYSE).

www.ubs.com/media

Siga-nos no Twitter: @UBS

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contacts

Mídia
Pela UBS Wealth Management Americas
Maya Dillon: +1-212-713-3130
maya.dillon@ubs.com

Contacts

Mídia
Pela UBS Wealth Management Americas
Maya Dillon: +1-212-713-3130
maya.dillon@ubs.com