Fundação das Nações Unidas e GSMA se unem para apoiar os dados para o bem

A parceria irá potenciar e aproveitar os esforços existentes em torno do uso de dados para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

BARCELONA, Espanha--()--A Fundação das Nações Unidas e a GSMA anunciaram hoje, no Mobile World Congress, uma parceria que alavanca seu objetivo compartilhado de desbloquear o poder dos dados para o bem, especificamente para apoiar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas.

“Um melhor uso dos dados gerados a partir da tecnologia digital tem o potencial de acelerar o trabalho para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e salvar mais vidas, capacitar mais mulheres e criar uma sociedade digital mais inclusiva”, disse Kathy Calvin, presidente e CEO da Fundação das Nações Unidas. “A Fundação tem investido forte na promessa de dados para o progresso e trabalha com os parceiros certos que podem tornar essa visão realidade. A GSMA é uma parceira ideal à medida que nos empenhamos em implementar os ODS.”

A Fundação das Nações Unidas abriga várias alianças que colaboram ao longo de setores e geografias para usar o big data (grande conjunto de dados) com a finalidade de alcançar os ODS, e a parceria com a GSMA irá potenciar essas alianças e seu trabalho.

Representada pela GSMA, a indústria móvel foi o primeiro setor a se comprometer – como um todo – com os ODS. Em setembro de 2016, a GSMA publicou o “Mobile Industry Impact Report: Sustainable Development Goals”, documento que avalia o impacto atual da indústria na consecução dos ODS, e agora está focada em acelerar e amplificar esse impacto. Para impulsionar o engajamento em torno dos ODS, a GSMA fez uma parceria com o Project Everyone para desenvolver o aplicativo SDGs in Action que educa os consumidores e os incentiva a realizar ações que apoiam os ODS.

“Nossos membros abraçaram e apoiaram ativamente os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e, juntos, já causamos impacto direto em mais de 30 milhões de pessoas, em áreas como inclusão financeira, energia, agricultura e igualdade de gênero”, disse Mats Granryd, diretor geral da GSMA. “Trabalhando em parceria com a Fundação das Nações Unidas, suas alianças e outras partes interessadas, com foco no fortalecimento do uso de dados para o desenvolvimento, esperamos expandir nossos esforços para ajudar a comunidade global a atingir os ODS.”

A nova parceria irá explorar a colaboração nas seguintes áreas:

  • Convocação – A GSMA e a Fundação das Nações Unidas irão convocar representantes da indústria móvel, da comunidade de desenvolvimento e da política para trabalharem a fim de enfrentar as barreiras para desbloquear o big data para o bem social.
  • Pesquisa e Advocacia – As organizações irão compartilhar pesquisas e insights de forma contínua e investigar as boas práticas para usar os dados para monitorar os avanços dos ODS capazes de informar o trabalho conjunto e os esforços de advocacia.
  • Colaboração dentro do País – Os parceiros irão explorar oportunidades para o engajamento conjunto em projetos no país onde os membros da GSMA e as alianças da Fundação das Nações Unidas veem o alinhamento em torno dos dados para bons esforços.

A GSMA lançou hoje a iniciativa “Big Data for Social Good”, que irá alavancar os grandes conjuntos de dados das operadoras de telefonia móvel para enfrentar crises humanitárias, incluindo epidemias e desastres naturais. O programa está sendo lançado com 16 das principais operadoras do mundo, que respondem coletivamente por mais de 2 bilhões de conexões em mais de 100 países. A Fundação das Nações Unidas é uma parceira de apoio, proporcionando coordenação e integração com o ecossistema mais amplo. O anúncio está disponível em http://www.gsma.com/newsroom/press-release/gsma-launches-big-data-for-social-good/.

A Fundação das Nações Unidas forma parcerias público-privadas para enfrentar os problemas mais urgentes do mundo e amplia o apoio à Organização das Nações Unidas através da advocacia e alcance público. Através de campanhas e iniciativas inovadoras, a Fundação conecta pessoas, ideias e recursos para ajudar a ONU a resolver problemas globais. A Fundação foi criada em 1998, pelo empresário e filantropo Ted Turner – como uma instituição norte-americana de caridade pública –, e agora é apoiada por doadores filantrópicos, corporativos, governamentais e individuais. Saiba mais em: www.unfoundation.org

A GSMA representa os interesses das operadoras de telefonia móvel no mundo todo, reunindo cerca de 800 operadoras com cerca de 300 empresas do amplo ecossistema da tecnologia móvel, incluindo fabricantes de aparelhos e dispositivos, empresas de software, fornecedores de equipamentos e empresas de internet, assim como organizações em setores industriais adjacentes. A GSMA também realiza os principais eventos da indústria, como o Mobile World Congress, o Mobile World Congress de Xangai, Mobile World Congress das Américas e as conferências Mobile 360 Series. www.gsma.com

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contacts

Para a GSMA:
Sophie Waterfield, +44 77 7945 9923
Sophie.Waterfield@webershandwick.com
ou
Assessoria de Imprensa da GSMA
pressoffice@gsma.com
ou
Para a Fundação das Nações Unidas:
Paul Quirk, +1 202-864-5148
pquirk@unfoundation.org

Contacts

Para a GSMA:
Sophie Waterfield, +44 77 7945 9923
Sophie.Waterfield@webershandwick.com
ou
Assessoria de Imprensa da GSMA
pressoffice@gsma.com
ou
Para a Fundação das Nações Unidas:
Paul Quirk, +1 202-864-5148
pquirk@unfoundation.org