Lenovo apresenta resultados lucrativos no segundo trimestre de 2016/17

  • A receita foi de US$ 11,2 bilhões, uma queda de 8% em relação ao ano anterior; aumento de 12% com relação ao trimestre anterior
  • O lucro antes dos impostos foi de US$ 168 milhões, em comparação a uma perda de US$ 842 milhões no segundo trimestre do ano anterior
  • O lucro líquido foi de US$ 157 milhões, em comparação a uma perda de US$ 714 milhões no segundo trimestre do ano anterior
  • As condições de mercado permanecem desafiadoras e a Lenovo está desempenhando energicamente sua estratégia
  • Três novos líderes do setor, especialistas em seus campos, entram na empresa
  • Lucro por ação básico de 1,42 centavo de dólar, ou 11,01 centavos de dólar de HK

PEQUIM--()--O Lenovo Group (HKSE: 0992) (PINK SHEETS: LNVGY) informou hoje os resultados do seu segundo trimestre fiscal encerrado em 30 de setembro de 2016. A receita foi de US$ 11,2 bilhões, uma redução de 8% em relação ao ano anterior, mas um aumento de 12% em relação ao primeiro trimestre fiscal encerrado em 30 de junho de 2016. O lucro antes dos impostos do segundo trimestre foi de US$ 168 milhões, uma reviravolta considerável em relação à perda de US$ 842 milhões no segundo trimestre do ano anterior. Da mesma forma, o lucro líquido se recuperou de uma perda de US$ 714 milhões no segundo trimestre do ano anterior para um lucro de US$ 157 milhões este ano.

O forte desempenho da Lenovo chegou num momento desafiador no setor, com os mercados de computadores e tablets em baixa, e smartphones e servidores apresentando apenas um modesto crescimento.

"As condições de mercado permanecem desafiadoras, mas nós alcançamos resultados eficientes. O nosso negócio PCSD manteve a liderança e uma forte lucratividade, nosso negócio Móvel alcançou um bom crescimento de volume e melhoria da margem em relação ao trimestre anterior, e o nosso negócio de Data Center está enfrentando ativamente seus desafios", disse Yang Yuanqing, Presidente e Diretor Executivo da Lenovo. "Nós também atraímos diversas das principais mentes à Lenovo, e continuamos fortalecendo a nossa equipe de liderança. Continuamos confiantes na nossa visão, nossa estratégia e na capacidade da nossa equipe de alcançar novos patamares".

O lucro bruto do segundo trimestre fiscal aumentou 2% em relação ao ano anterior, para US$ 1,6 bilhão, com margem bruta de 14,3%. O lucro operacional do segundo trimestre foi de US$ 215 milhões, em comparação a uma perda de US$ 784 milhões no período do ano anterior. Os ganhos básicos por ação no trimestre foram de 1,42 centavo de dólar, ou 11,01 centavos de HK. Em 30 de setembro de 2016, a dívida líquida da empresa totalizava US$ 77 milhões. O Conselho de Administração da Lenovo declarou um dividendo provisório de 6 centavos de dólar de HK por ação.

Três novos líderes do setor entram na empresa

A Lenovo também anunciou hoje três nomeações da liderança executiva, projetadas para reforçar a já forte equipe da organização, e continuar a jornada em direção a uma empresa Dispositivo + Nuvem. Passam a compor o quadro da empresa: Kirk Skaugen, como vice-presidente executivo (EVP) e presidente de Data Center Group (DCG) - antes, Kirk foi vice-presidente sênior (SVP) dos grupos Client Computing, Datacenter e Sistemas Conectados da Intel; Laura Quatela, como diretora jurídica e SVP, ocupando anteriormente cargos como EVP de Propriedade intelectual na Alcatel-Lucent e presidente e assessora jurídica geral na Eastman Kodak; e Dr. Yong Rui, como diretor de tecnologia e SVP, tendo ocupado anteriormente o cargo de diretor-executivo adjunto responsável pela Microsoft Research Asia.

Com estas alterações, Gerry Smith, atualmente vice-presidente executivo (EVP) de DCG, passa a ser EVP e diretor de operações (COO) de PCSD (Computadores e Dispositivos inteligentes), usando seu conhecimento, experiência e histórico comprovado para liderar as operações globais da Lenovo e as operações dos nossos principais negócios: computadores e tablets. Xudong Chen sairá de seu cargo como presidente conjunto e vice-presidente sênior (SVP) de Mobile Business Group (MBG, grupo de negócio móvel) na China para SVP de Serviços Globais. Nos últimos 12 meses, Xudong estabilizou o negócio Móvel na China e utilizará sua experiência no local para garantir que possamos desenvolver uma organização de serviço de nível internacional centrada no cliente. Gina Qiao será sucessora ao cargo de Xudong no MBG, que deixa seu cargo como SVP de RH para passar a ser presidente conjunta e SVP de Mobile Business Group. Anteriormente, Gina foi líder do setor de marketing na China e, por muitos anos, foi diretora de estratégia da empresa – esse conhecimento e seu profundo discernimento são o conjunto de qualificações ideal para alcançar as nossas ambições num importante mercado em crescimento, como o chinês. Informações adicionais sobre as novas nomeações estão disponíveis aqui.

Visão geral do grupo empresarial

No grupo de negócios de Computadores e Dispositivos inteligentes (PCSD), que inclui computadores e tablets, as vendas foram de US$ 7,8 bilhões, uma redução de 8% em relação ao ano anterior. O lucro antes dos impostos foi de US$ 405 milhões, um aumento de 3% em relação ao ano anterior. A margem de lucro antes dos impostos aumentou em mais de meio ponto em relação ao ano anterior, de 4,6% para 5,2%, reforçada por fortes margens na China e na América do Norte.

A Lenovo manteve sua posição como líder global em participação de mercado pelo 14o trimestre consecutivo, com uma participação de 21,5%, apresentando ganhos em todas as regiões, exceto Ásia-Pacífico. Na América do Norte, num mercado que registrava uma baixa de 0,7%, a Lenovo cresceu 14,7%. A Lenovo alcançou uma remessa de 14,5 milhões de computadores no segundo trimestre fiscal, uma redução de 3,2% em relação ao ano anterior, num mercado que apresentou uma queda de 4,8%. Num mercado de tablets que registrou uma queda de 14,7% em relação ao ano anterior, o desempenho da Lenovo foi ligeiramente superior ao do setor, destacado por um crescimento notável de 19% nas remessas na China.

No negócio de Mobile Business Group (MBG), que inclui produtos da Motorola e celulares com a marca Lenovo, as vendas do segundo trimestre fiscal da Lenovo foram de US$ 2 bilhões, uma queda de 12% em relação ao ano anterior, mas com um aumento considerável de 20% em relação ao trimestre anterior. A perda antes dos impostos do MBG foi de US$ 156 milhões, com uma margem de lucro antes dos impostos de -7,7%, uma melhoria de 4,4 pontos em comparação ao trimestre anterior.

As remessas das linhas de produtos MBG no segundo trimestre apresentaram um aumento de quase 25% em comparação ao trimestre anterior, alcançando 14 milhões. As remessas de produtos móveis na região Ásia-Pacífico e Índia da Lenovo continuaram a aumentar, apresentando um aumento de 15% nas remessas de celulares na Índia, em relação ao ano anterior. Remessas de produtos Moto aumentaram quase 40% em relação ao trimestre anterior devido ao Moto G e aos lançamentos bem-sucedidos do Moto Z e Moto Mods.

No Data Center Group (DCG), que inclui servidores, armazenamento, software e serviços, as vendas no segundo trimestre fiscal foram de US$ 1,1 bilhão, uma redução de 8% em relação ao ano anterior. Entretanto, DCG observou um crescimento na receita de 7% na China em relação ao ano anterior, e um crescimento de 12% na América Latina, bem como outro forte trimestre com um crescimento de 16% em nossas contas globais. DCG registrou uma perda antes dos impostos de US$ 141 milhões, com uma margem de lucro antes dos impostos de -13,1%.

A Lenovo tem um plano de execução específico para este negócio: estamos fortalecendo as nossas capacidades de campo e envolvimento de canal, investindo em treinamento e modernizando a nossa estrutura de vendas para que possamos alcançar um melhor envolvimento com os nossos clientes. Também estamos criando novas parcerias no setor e desenvolvendo TI de próxima geração para melhorar a nossa competitividade, conforme demonstramos em nossos negócios de hiperescala.

Visão geral geográfica

Na China, as vendas consolidadas no segundo trimestre fiscal caíram 4% em relação ao ano anterior para US$ 3,2 bilhões, ou 29% do total de vendas da empresa no mundo todo. O lucro antes dos impostos aumentou ligeiramente para US$ 158 milhões em relação ao ano anterior, enquanto a margem de lucro antes dos impostos aumentou quase um ponto, alcançando 4,9%.

No segundo trimestre fiscal na região Ásia-Pacífico, a Lenovo fechou US$ 1,9 bilhões em encomendas, ou 17% do total de vendas da empresa no mundo todo, uma queda de 4% em relação ao ano anterior. O lucro antes dos impostos caiu para US$ 2 milhões, enquanto a margem de lucro antes dos impostos reduziu em quase um ponto, alcançando 0,1%.

Na Europa, Oriente Médio e África, as vendas consolidadas da Lenovo no segundo trimestre fiscal foram de US$ 2,7 bilhões, uma queda de 14% em relação ao ano anterior, representando 24% do total de vendas da empresa no mundo todo. A região registrou uma perda antes dos impostos de US$ 65 milhões, e uma margem de perda antes dos impostos de 2,4%.

Nas Américas, as vendas consolidadas no segundo trimestre fiscal caíram 7% para US$ 3,4 bilhões, ou 30% do total de vendas da empresa no mundo todo. O lucro antes dos impostos do trimestre foi de US$ 20 milhões, em comparação a uma perda de US$ 73 milhões no ano anterior. A margem de lucro antes dos impostos foi de 0,6%.

Sobre a Lenovo

A Lenovo (HKSE: 0992) (PINK SHEETS: LNVGY) é uma empresa listada na Fortune 500, avaliada em US$ 45 bilhões e líder no fornecimento de tecnologia comercial, empresarial e de consumo inovadora. Nosso portfólio de produtos e serviços seguros e de alta qualidade incluem computadores (inclusive o lendário Think e as marcas YOGA multimodais), estações de trabalho, servidores, armazenamento, televisões inteligentes e uma família de produtos móveis como smartphones (inclusive a marca Motorola), tablets e aplicativos. Junte-se a nós no LinkedIn, siga-nos no Facebook ou Twitter (@Lenovo) ou acesse o nosso site em www.lenovo.com.

 

GRUPO LENOVO

RESUMO FINANCEIRO

Do trimestre fiscal encerrado em 30 de setembro de 2016

(em milhões de USD, exceto para dados de participação acionária)

   


2T 16/17


2T 15/16


Alteração em relação ao ano anterior

Receita 11.231 12.150 -8%
Lucro bruto 1.607 1.575 2%
Margem de lucro bruto 14,3% 13,0% 1,3 ponto
Despesas operacionais (1.392) (2.359) -41%
Relação Despesas/receita 12,4% 19,4% -7 pontos
Lucro/(perda) operacional 215 (784) N/A
Outras despesas não operacionais (47) (58) -18%
Lucro/(perda) antes dos impostos 168 (842) N/A
Tributação (16) 125 N/A
Lucro/(perda) no período 152 (717) N/A
Participação minoritária (5) (3) 71%
Lucro/(perda) atribuível aos acionistas

157

(714)

N/A

Lucro por ação (centavos de dólar)
Básico

1,42

(6,43)

N/A

Diluído

1,42

(6,43)

N/A

 

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contacts

Lenovo
Hong Kong
Angela Lee, +852 2516 4810
angelalee@lenovo.com
ou
Estados Unidos
Ray Gorman, +1 919-257-6325
rgorman@lenovo.com

Contacts

Lenovo
Hong Kong
Angela Lee, +852 2516 4810
angelalee@lenovo.com
ou
Estados Unidos
Ray Gorman, +1 919-257-6325
rgorman@lenovo.com