Especialistas internacionais em eleições realizam convocação para enfrentar o déficit de democracia digital

LONDRES--()--A adoção da tecnologia pode fortalecer a democracia e também os eleitores, de acordo com diversos renomados especialistas em eleições que contribuíram para a elaboração de um relatório lançado hoje pelo Conselho Assessor Internacional Eleitoral (International Elections Advisory Council, IEAC).

Intitulado The Future of Elections Report (Relatório sobre o futuro das eleições), o documento é composto por sete ensaios escritos por pessoas com experiência na condução dos mais complexos processos eleitorais de diversas regiões do mundo. Além de defenderem a adoção da tecnologia para vencer desafios enfrentados por democracias do mundo todo, diversos ensaios demonstram de que forma as ferramentas de votação e registro digitais já revolucionaram processos eleitorais em países como Filipinas, Índia, Nigéria e África do Sul.

Em seu ensaio Pioneering Digital Democracy Worldwide (Democracia digital pioneira no mundo), Richard Soudriette se baseia em sua experiência como presidente fundador da International Foundation for Electoral Systems para explicar por que regimes democráticos de todo o mundo devem realizar mais investimentos para modernizarem sua tecnologia de votação.

Soudriette argumenta que, com o financiamento adequado, essa tecnologia de eleição digital pode:

  • aumentar a integridade e a segurança do pleito ao fazer com que as sociedades avancem do sistema enfadonho e vulnerável das cédulas manuais;
  • impulsionar o índice de participação eleitoral entre grupos que tradicionalmente se abstêm (como nos Estados Unidos, onde apenas 38% dos eleitores com idade entre 18 e 24 anos votaram em 2012, em comparação com os 69,7% dos votantes com 65 anos ou mais que compareceram ao mesmo pleito);
  • suprir as crescentes necessidades de democracias do mundo todo, uma vez que quase a metade dos países adota ou implementa tal regime político.

Lorde Mark Malloch-Brown, presidente do conselho da Smartmatic, afirmou que “eleições livres e justas são a estrutura essencial de uma democracia”.

“Esta coleção de ensaios é o resultado do trabalho de alguns dos mais proeminentes especialistas em eleições do mundo. Eles oferecem uma perspectiva única sobre o que é necessário para realizar um processo eleitoral eficaz, compartilhando seus pensamentos sobre o panorama mundial nesse campo, abordando de que forma garantir a inclusão de mais pessoas e quais países são os pioneiros em matéria de soluções de democracia digital. O relatório é leitura obrigatória para qualquer pessoa preocupada com os desafios democráticos enfrentados por países em desenvolvimento e também desenvolvidos.”

Sobre o IEAC

Em 2014, a Smartmatic fundou o Conselho Assessor Internacional Eleitoral (International Elections Advisory Council, IEAC). Esse conselho reúne um grupo exclusivo de eminentes líderes globais com enorme conhecimento e experiência no campo eleitoral para aconselhar a Smartmatic e funcionários de órgãos eleitorais sobre estratégias e soluções que promoverão a máxima eficiência, transparência e confiança nos processos de votação.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contacts

Edelman
Alec Newton, +44 (0)203 047 2140
alec.newton@edelman.com

Contacts

Edelman
Alec Newton, +44 (0)203 047 2140
alec.newton@edelman.com