Visa lança Centro de Pesquisa comprometido com a promoção e o avanço da equidade econômica e da inclusão global

O Visa Economic Empowerment Institute realizará e desenvolverá pesquisas exclusivas e gerará insights poderosos para aprimorar o ecossistema global de pagamentos

SÃO FRANCISCO--()--A Visa Inc. (NYSE: V) anunciou hoje o lançamento do Visa Economic Empowerment Institute (VEEI), um centro de excelência em pesquisa e diálogo público-privado sobre políticas de pagamento, comprometido em promover e avançar o empoderamento econômico equitativo de indivíduos, empresas e sociedades no mundo todo.

O VEEI desenvolverá novas pesquisas e insights para informar políticas de longo prazo dentro do ecossistema global de pagamentos, e promoverá o valor dos pagamentos digitais e das redes globais para o avanço da inclusão e do crescimento econômico. O VEEI funcionará como um fórum onde legisladores, reguladores, organizações não governamentais e organizações internacionais se reunirão e colaborarão na criação de políticas para reconstruir e expandir a economia global.

A rede global incomparável e as perspectivas da Visa sobre tendências econômicas permitirão ao VEEI desenvolver novos insights sobre o ecossistema de pagamentos e oferecer soluções práticas para melhorar e elevar as comunidades”, disse o chairman e CEO da Visa Al Kelly. “A criação do VEEI é nosso próximo passo para a remoção de barreiras e a criação de oportunidades econômicas mais acessíveis a todas as pessoas, em todos os lugares.”

A Dra. Barbara Kotschwar, professora da Universidade de Georgetown e ex-especialista do Banco Mundial, será a diretora executiva do VEEI. Ela liderará uma equipe de Fellows, ou seja, especialistas em pagamentos, bancos centrais, financiamento para o desenvolvimento, comércio internacional, segurança cibernética e outras questões importantes. Os Fellows utilizarão os vastos recursos informacionais e capacidades tecnológicas da Visa para analisar problemas e desenvolver recomendações políticas voltadas a oferecer soluções reais às comunidades do mundo todo. Bill Sheedy, assessor sênior do CEO da Visa Al Kelly, presidirá o Instituto.

À medida que nosso mundo fica mais complexo e interconectado, é fundamental eliminarmos as disparidades de gênero e no desenvolvimento global, disparidades étnicas e outras diferenças de inclusão para que a conectividade digital e o acesso aos mercados globais cheguem para todos”, disse a Dra. Kotschwar. “O Instituto oferecerá uma plataforma onde atores do setor público e privado trabalharão juntos para aumentar o empoderamento econômico, o comércio e a conectividade global.”

O Visa Economic Empowerment Institute se concentrará em três pilares estratégicos para levar adiante sua missão:

  • Fomentar a equidade e a inclusão digital, pilar que tratará dos problemas da sociedade, de crescimento econômico inclusivo e inclusão financeira, e da recuperação e a resiliência de pequenas e médias empresas (PMEs).
  • Promover o crescimento por meio do comércio, pilar que tratará dos fatores que incentivam o aumento do comércio digital e internacional.
  • Imaginar um futuro aberto para os pagamentos, pilar que tratará do futuro do dinheiro, questões da sociedade e questões internacionais, inovações que estão definindo a forma como as pessoas pagam e são pagas, e a recuperação das PMEs.

Com o lançamento, o VEEI publicou uma série de documentos de posição fundacionais, destacando alguns dos principais desafios contextuais a que os pilares de pesquisa se dedicarão, entre os quais:

  • Fomentar a equidade e a inclusão digital. Com a pandemia, a transformação digital que ocorreria em anos foi acelerada e realizada em meses, reforçando a importância da conectividade digital e destacando desigualdades sistêmicas em torno do acesso e das barreiras ao uso. Por exemplo, apesar de 93% da população mundial estar fisicamente dentro da área de alcance de redes de banda larga móvel ou conexões de internet, quase metade (3,6 bilhões de pessoas) não as usam.
  • Promover o crescimento por meio do comércio. Os acordos comerciais não acompanharam os avanços tecnológicos e o crescimento econômico na economia digital. Com poucos compromissos firmes para o comércio digital, o protecionismo está em ascensão e ameaça o crescimento das PMEs e suas conexões com toda a economia digital mundial.
  • Imaginar um futuro aberto para os pagamentos. As inovações nos pagamentos estão aumentando e exigem uma nova estratégia de proteção na área de segurança cibernética e serviços financeiros em novas plataformas de pagamento.

A VEEI está singularmente posicionada para liderar conversas entre o setor público e o privado e nossas futuras publicações refletirão esse diálogo. Para saber mais sobre a VEEI e ler os documentos de posição fundacionais, visite https://usa.visa.com/sites/visa-economic-empowerment-institute.html.

Contacts

Paulo Romariz
paulo.romariz@visa.com

Contacts

Paulo Romariz
paulo.romariz@visa.com