Milhões de pessoas no mundo inteiro se unem em preces pelo fim da pandemia do coronavírus, em resposta ao apelo do HCHF

Judge Mohamed Abdel Salam, HCHF Secretary-General (Photo: AETOSWire)

ABU DHABI, Emirados Árabes Unidos--()--O mundo testemunhou na quinta-feira, 14 de maio, aquela que foi descrita como uma cena histórica sem precedentes, quando milhões de pessoas ao redor do planeta se uniram em orações para suplicar a Deus pelo fim da pandemia da COVID-19 e ajudar cientistas e pesquisadores a encontrarem uma vacina contra a doença o mais rápido possível.

O gesto foi uma resposta ao apelo humanitário do Comitê Superior da Fraternidade Humana (HCHF), que recebeu as bênçãos e o apoio de Sua Eminência, o Dr. Ahmed El-Tayeb, o Grande Imã de Al Azhar, e Sua Santidade, o Papa Francisco, líder da Igreja Católica, além de receber a aprovação de vários reis, presidentes, líderes e importantes autoridades políticas, religiosas e da imprensa do mundo todo.

O chamado do HCHF por orações pela humanidade, que foi anunciado em uma declaração publicada em 14 idiomas, ganhou força nas redes sociais, que registraram interações em mídia digital, engajamento e alcance potencial de 36 bilhões entre 2 e 15 de maio, segundo relatório de análises da Talkwalker. O site oficial da iniciativa (pray.forhumanfraternity.org) e contas das redes sociais transmitiram ao vivo as orações pelo mundo durante 24 horas.

A hashtag #OrePelaHumanidade (#PrayForHumanity) foi uma das mais populares em países como França, Alemanha, Índia, Arábia Saudita, EAU, Espanha, Egito e Itália, prova do grande sucesso da iniciativa, que atraiu também a atenção da imprensa internacional.

O HCHF estendeu seus agradecimentos a todos os líderes, religiosos, políticos e instituições conhecidas, além das pessoas que participaram desse dia mundial de preces.

O juiz Mohamed Abdel Salam, secretário-geral do HCHF, exaltou o sucesso inesperado do evento, salientando a contribuição da iniciativa para uma legítima unidade mundial.

Ele declarou: “As vozes de súplica a Deus, que se deram em um cenário humanitário único em todos os continentes de nosso planeta pelo fim dessa pandemia, são um motivo de otimismo e nos dão a confiança de que nossa união ajudará o mundo a superar a crise atual".

O monsenhor Yoannis Lahzi Gaid, secretário-pessoal de Sua Santidade, o Papa Francisco, declarou que a participação de religiões e crenças distintas nessa iniciativa, além da resposta internacional, facilita a continuação do trabalho em prol da humanidade, sobretudo diante da pandemia atual. Ele declarou: “Continuaremos com nossas súplicas a Deus e trabalhando ao lado de nossos irmãos de diferentes religiões e crenças para transformar o sofrimento em oportunidades de mais solidariedade e fraternidade.

O HCHF é um comitê independente internacional, formado por um grupo de especialistas e líderes em comunicação intercultural e diálogo inter-religioso. Ele deseja atingir os objetivos nobres de fraternidade humana assinados por Sua Eminência Dr. Ahmed At-Tayyeb, o grande Imã de Al Azhar, Sua Santidade, o Papa Francisco, líder da Igreja Católica, em Abu Dhabi, em fevereiro de 2019, com o apoio de Sua Alteza, xeque Mohammed bin Zayed Al Nahyan, Príncipe Herdeiro de Abu Dhabi, patrono do Documento da Fraternidade Humana.

*Fonte: AETOSWire

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contacts

Abeer Mahmoud
abeer@pyramedia.biz

Contacts

Abeer Mahmoud
abeer@pyramedia.biz