A Tilray® recebe certificação GMP adicional no campus da UE, permitindo a exportação internacional de produtos acabados de canábis medicinal

O licenciamento expande a capacidade de exportação internacional da empresa com o fabrico autorizado de produtos de flores e óleos de canábis medicinal a serem exportados de Portugal, como produto final para a Alemanha e outros mercados europeus e internacionais

NANAIMO, Colúmbia Britânica--()--A Tilray, Inc. (“Tilray” ou “a empresa”) (NASDAQ: TLRY), pioneira global em pesquisa, cultivo, produção e distribuição de canábis, anunciou hoje a sua subsidiária integral Tilray Portugal, Unipessoal Lda. (“Tilray Portugal”) obteve um certificado de boas práticas de fabrico (GMP, na sigla em inglês), em conformidade com as normas da União Europeia, para a fábrica em Cantanhede, Portugal. A certificação GMP foi emitida pela Infarmed, Autoridade Nacional Portuguesa do Medicamento e Produtos de Saúde. Esta é a segunda certificação GMP da Tilray Portugal, que permite à fábrica fabricar e exportar produtos acabados de canábis medicinal com certificação GMP, incluindo flores e óleos secos, de Portugal para mercados internacionais, com regulamentos legais de canábis medicinal.

"Estamos satisfeitos com o impulso contínuo da nossa estratégia de crescimento na Europa com esta certificação GMP adicional para o campus da UE da Tilray em Portugal", afirma Brendan Kennedy, CEO da Tilray. “Isto permitir-nos-á exportar uma gama maior de produtos médicos para pacientes, parceiros e mercados internacionais. A nossa estratégia internacional é um componente importante para impulsionar a lucratividade e o valor dos acionistas a longo prazo.”

O campus da UE da Tilray em Portugal é uma unidade de produção multifacetada que inclui locais de cultivo, ao ar livre e em estufa, bem como laboratórios de controlo da qualidade e investigação e ainda locais de processamento, embalamento e distribuição de canábis medicinal. O campus da UE da Tilray também serve de concentrador para apoiar os esforços de investigação clínica e de desenvolvimento de produtos da Tilray em toda a Europa. Várias colheitas são esperadas neste local nos próximos meses.

Em maio de 2019, a Tilray Portugal recebeu a licença de produção e a certificação GMP inicial, o que permite à empresa fabricar e exportar canábis seca por atacado, como substâncias ativas utilizadas como matérias-primas. Em setembro de 2019, a Tilray Portugal concluiu a sua primeira exportação para a Alemanha, que foi o maior embarque a granel da Europa de canábis medicinal até à data. A certificação GMP adicional anunciada hoje permite à Tilray fornecer aos mercados internacionais flores e óleos secos de grau farmacêutico como produtos acabados com canábis medicinal.

"Agora temos duas fábricas com certificação GMP para servir a nossa estratégia de expansão global", afirma Sascha Mielcarek, diretor administrativo da Tilray na Europa. "Estamos satisfeitos por poder exportar os nossos principais produtos de flores e óleos de canábis medicinal para mercados internacionais. Continuaremos a expandir o nosso alcance para fornecer aos pacientes acesso aos produtos de canábis medicinal de grau farmacêutico da Tilray, orgulhosamente produzidos na Europa.”

A Tilray firmou acordos de vendas e de distribuição para fornecer canábis medicinal através dos principais canais de distribuição farmacêutica por toda a Alemanha e outros mercados europeus. Estes acordos permitem que os pacientes necessitados possam aceder a produtos acabados de canábis medicinal da Tilray.

Acerca da Tilray®
A Tilray é pioneira mundial na investigação, cultivo, produção e distribuição de canábis e canabinoides e serve atualmente dezenas de milhares de doentes e consumidores em 13 países nos cinco continentes.

Advertência a respeito de declarações prospetivas:
O presente comunicado de imprensa contém «declarações prospetivas» na aceção da «Private Securities Litigation Reform Act» de 1995 dos EUA e «informações prospetivas» na aceção da legislação canadiana relativa aos valores mobiliários ou, coletivamente, declarações prospetivas. As declarações prospetivas e informações prospetivas neste comunicado de imprensa podem ser identificadas através do uso de palavras tais como «poderá», «poderia», «pode», «irá», «provavelmente», «espera», «prevê», «acredita», «pretende», «tenciona», «prognostica», «projeta», «estima», «conjetura» e outras expressões semelhantes, incluindo, porém sem caráter limitativo, declarações a respeito da intenção da Tilray em aumentar a produção, processamento, cultivo ou capacidade de I&D ou lançar marcas, produtos e fatores de forma nova em qualquer uma das suas instalações e as expectativas da Tilray no tocante a servir o mercado global de canábis. As declarações prospetivas não são garantia de desempenho futuro e são baseadas numa série de estimativas e pressupostos da administração em função da experiência e perceção de tendências, condições atuais e desenvolvimentos esperados, bem como outros fatores que a administração tem por relevantes e razoáveis face às circunstâncias, incluindo pressuposições relativas às condições atuais e futuras do mercado, ao contexto regulatório atual e futuro e aprovações e autorizações futuras. Os resultados, desempenho ou concretizações atuais podem divergir substancialmente daqueles expressos ou implícitos em quaisquer declarações prospetivas constantes do presente comunicado de imprensa e, portanto, o destinatário não deve depositar confiança indevida em tais declarações prospetivas e as mesmas não são garantia de resultados futuros. Consulte a secção «Fatores de Risco» do Relatório Trimestral da Tilray no Formulário 10-Q depositado na «Securities and Exchange Commission» e nos reguladores canadianos de valores mobiliários a 13 de novembro de 2019 e presunções, incertezas e outros fatores que poderão fazer com que os resultados reais futuros ou eventos aguardados difiram substancialmente dos expressos ou implícitos em quaisquer declarações prospetivas. A Tilray não se compromete, e declina explicitamente qualquer obrigação de o fazer, a atualizar quaisquer declarações prospetivas ora incluídas, exceto nos termos da legislação aplicável relativa aos valores mobiliários.

A versão oficial e autorizada do comunicado é a emitida na língua original do mesmo. A tradução é apenas uma ajuda, devendo a mesma ser conferida com o texto na sua língua original, que é a única versão com validade legal.

Contacts

Meios de comunicação social, global: Chrissy Roebuck, +1-833-206-8161,  news@tilray.com 
Investidores: Rachel Perkins, +1-646-277-1221,  rachel.perkins@icrinc.com

Contacts

Meios de comunicação social, global: Chrissy Roebuck, +1-833-206-8161,  news@tilray.com 
Investidores: Rachel Perkins, +1-646-277-1221,  rachel.perkins@icrinc.com