Lançado o Instituto de Saúde Pública Global da AHF (AHF Global Public Health Institute) na Universidade de Miami

O Dr. Jorge Saavedra, embaixador global da AIDS Healthcare Foundation (AHF) e antigo Presidente da CENSIDA, México, foi nomeado diretor executivo do novo instituto

March 2018-Participants at the Miami, FL meeting to formally announce the launch of the AHF Global Public Health Institute at the University of Miami. Left to right are: Cindy L Munro, Dean, School of Nursing and Health Studies; Otto Yang, Researcher at UCLA AIDS Institute; Michael Weinstein, President of AHF; Julio Frenk, President of the University of Miami; Jorge Saavedra, Executive Director of the AHF Global Public Health Institute at UM; José Szapocznik, Professor of Public Health Sciences, UM Miller School of Medicine; Hansel Tookes, Assistant Professor of Medicine & Director, IDEA Exchange, UM Miller School of Medicine; Adriane Gelpi, Assistant Professor of Public Health Sciences, UM Miller School of Medicine; Sunil Rao, Interim Chair, Department of Public Health Sciences, UM Miller School of Medicine; Andrea Calo, Executive Director, Major Gifts, UM Miller School of Medicine; Mitzi Tanaka, Director of Research Support, Department of Public Health Sciences, UM Miller School of Medicine (Photo: Business Wire)

MIAMI--()--Em uma reunião em Miami na última semana, o Dr. Julio Frenk, Reitor da Universidade de Miami (UM), e Michael Weinstein, Presidente da AIDS Healthcare Foundation (AHF), aceitaram anunciar formalmente o lançamento do Instituto de Saúde Pública Global da AHF na Universidade de Miami. Esta parceria se envolverá na análise e pesquisa de políticas de saúde pública global para gerar evidência objetiva que possa contribuir para melhorias das políticas de saúde pública em nível global, regional, nacional e local, não apenas para o HIV, mas também para outros aspectos da saúde pública.

"Esta parceria começou com a assinatura de um memorando de entendimento entre ambas as instituições, em setembro de 2016. O Instituto já tem projetos importantes em andamento, inclusive um estudo sobre o Zika e políticas e práticas de saúde pública que podem ser usadas para contribuir para recomendações sobre prontidão e resposta futura ao Zika nas Américas; uma iniciativa de redução de danos em usuários de drogas injetáveis no Condado de Miami-Dade, um estudo do microbioma em homens homossexuais HIV-negativos; e um estudo da iniciativa US Minority AIDS que pretende obter recomendações de melhores estratégias para alcançar pessoas que pertençam a minorias", disse o Dr. José Szapocznik, professor e presidente emérito do Departamento de Ciências da Saúde Pública na Faculdade de Medicina Miller da UM (UM Miller School of Medicine), que administra a participação da UM na parceria.

O Dr. Frenk recebeu com satisfação a parceria e a criação do Instituto da AHF. Durante a reunião, ele também recomendou algumas noções estratégicas para a evolução futura do Instituto no sentido de incluir a abordagem de problemas de governança de saúde global.

"O novo 'Instituto de Saúde Pública Global da AHF na UM' é um exemplo excelente da sinergia que pode ser obtida com parcerias. A Faculdade de Estudos de Saúde e Enfermagem (School of Nursing and Health Studies) aguarda ansiosamente o trabalho interdisciplinar do Instituto que terá um impacto positivo na saúde pública", disse Cindy Munro, reitora da UM School of Nursing and Health Studies, que também estava presente na reunião.

Ao discutir o envolvimento da AHF para além do HIV, Michael Weinstein observou durante a reunião que em 2015, como parte de um painel independente, a AHF participou na avaliação da resposta global ao ebola, devido a um surto que devastou a África Ocidental em 2014 e 2015. O painel foi inicialmente coliderado pelo Presidente da UM, Frenk.

"O Dr. Sheik Humarr Khan, o médico principal da AHF em Serra Leoa e um dos mais importantes e respeitados médicos/cientistas, após cuidar de diversos pacientes infectados com o ebola, morreu do vírus em 2014 — uma perda devastadora para sua família, pacientes, a AHF e a luta global pela saúde pública", disse Weinstein, da AHF. "Divulgamos as nossas preocupações à Organização Mundial de Saúde (World Health Organization, WHO) sobre a resposta global ao ebola em Serra Leoa e por todo o continente africano. Foi nessa altura que percebemos que a AHF, como uma organização de cuidados de saúde global, tem o dever e a responsabilidade moral de dedicar alguns dos seus recursos à análise de outras doenças para além do HIV. Temos agora um compromisso com esta parceria com a Universidade de Miami para gerar pesquisa rigorosa que contribuirá para melhorias nas políticas da saúde pública global."

Durante a reunião, Weinstein também anunciou a nomeação do Dr. Jorge Saavedra como diretor executivo do Instituto de Saúde Global da AHF.

O Dr. Saavedra, um médico da Universidade Autônoma Nacional do México (National Autonomous University of Mexico), tem dois mestrados de Harvard, um em Saúde Pública e outro em Gerenciamento de Políticas de Saúde. Antes de se juntar à AHF, ele também foi o primeiro diretor da maior clínica de HIV na América Latina (Clinica Condesa) na Cidade do México durante o ano de 2000, e foi diretor geral do Centro Nacional de Prevenção e Controle da AIDS no México (National Center for AIDS Prevention and Control in Mexico, CENSIDA) de 2003 a 2009, e após esse período atuou como embaixador de saúde pública global da AHF.

A AIDS Healthcare Foundation (AHF), a maior organização mundial de combate à AIDS, oferece atualmente serviços e/ou tratamento médico a mais de 882.000 pessoas em 39 países mundialmente, nos EUA, África, América Latina/Caribe, região Ásia-Pacífico e Leste Europeu. Para obter informações adicionais sobre a AHF, acesse o nosso site em www.aidshealth.org, encontre-nos no Facebook em www.facebook.com/aidshealth e siga-nos no Twitter: @aidshealthcare.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contacts

AIDS Healthcare Foundation
Ged Kenslea, Diretor sênior de comunicações da AHF
+1.323.308.1833 comercial
+1.323.791.5526 celular
gedk@aidshealth.org
ou
Jorge Saavedra, Diretor executivo do Instituto de Saúde Pública Global da AHF na Universidade de Miami
+1.323.420.5493
jorge.saavedra@aidshealth.org

Contacts

AIDS Healthcare Foundation
Ged Kenslea, Diretor sênior de comunicações da AHF
+1.323.308.1833 comercial
+1.323.791.5526 celular
gedk@aidshealth.org
ou
Jorge Saavedra, Diretor executivo do Instituto de Saúde Pública Global da AHF na Universidade de Miami
+1.323.420.5493
jorge.saavedra@aidshealth.org