The Spheres desabrocha no quartel general urbano da Amazon em Seattle

The Spheres - o mais novo complexo de edifícios no campus da Amazon no centro de Seattle - não possui escritórios fechados, espaços para conferências ou mesas, e os funcionários podem se encontrar em casas nas árvores suspensas sob árvores de mais de 40 pés de altura ou em áreas de estar e pistas de caminhada ao lado de cachoeiras.

Plantas, árvores, terra e água ocupam o centro das atenções - o som de água corrente e o perfume de plantas com flores criam uma imersão botânica instantânea que leva os visitantes para longe da paisagem urbana.

O projeto criou mais de 600 empregos em tempo integral e é parte do investimento de mais de US$4 bilhões da Amazon no design, desenvolvimento e construção da sua sede em Seattle.

The Spheres estarão abertos para oferecer oportunidades educacionais para a comunidade de Seattle através de visitas, excursões e parcerias com escolas e universidades locais.

SEATTLE--()--(NASDAQ: AMZN) — A Amazon anunciou hoje a abertura de The Spheres, os mais novos edifícios da sede da empresa em Seattle, que abrigam mais de 40.000 plantas de todo o mundo. Não há nenhum outro lugar no mundo como The Spheres - um espaço onde os funcionários da Amazon podem trabalhar em um ambiente que mais parece uma floresta tropical nas nuvens do que um escritório. Plantas, árvores, luz do sol, terra e água ocupam o centro das atenções - o som de água corrente e o perfume de plantas com flores criam uma imersão botânica instantânea que leva os visitantes para longe da paisagem urbana. The Spheres é o resultado de um pensamento inovador sobre o caráter do local de trabalho e uma ampla conversa sobre o que está normalmente faltando nos escritórios urbanos - uma conexão direta com a natureza. Os estudos indicam que os espaços que abraçam um design biofílico podem inspirar a criatividade e até melhorar a função cerebral.

“Nossa meta com The Spheres foi criar um local de reunião exclusivo onde os funcionários pudessem colaborar e inovar juntos, e onde a comunidade de Seattle pudesse se reunir para experimentar a biodiversidade no centro da cidade”, disse John Schoetter, vice-presidente da Amazon de Imóveis e instalações globais. “Estou orgulhoso e agradeço a toda a equipe que concretizou The Spheres - eles fizeram um trabalho incrível, desde o design até os toques finais. Estamos ansiosos para abrir as portas oficialmente.”

The Spheres inclui salas de reunião em casas nas árvores, rios e cascatas, paludários, uma parede viva de quatro andares e árvores epífitas. Há espaço para mais de 400 espécies de cinco continentes e 50 países, e muitas das plantas vieram de jardins botânicos, viveiros de plantas e programas de conservação de todo o mundo. Muitas das plantas encontradas dentro de The Spheres são de ecossistemas de florestas nubladas onde as plantas se desenvolvem nas montanhas a uma altitude entre 3.000 e 10.000 pés. As plantas desses ecossistemas se adaptaram a temperaturas mais amenas, que torna suas necessidades climáticas confortáveis também para as pessoas.

A Amazon está comprometida em compartilhar a beleza e a biodiversidade interna de The Spheres com o público, e oferecerá oportunidades educacionais para a comunidade de Seattle através de visitas, excursões e parcerias com as escolas e as universidades locais. The Spheres inclui também um centro de visitas - chamado The Understory - que é aberto ao público durante todo o ano. The Understory oferece uma experiência de 360º, inteiramente imersiva, onde os visitantes podem ter uma aproximação pessoal com a ciência, a engenharia e as plantas por trás de The Spheres.

“The Spheres com certeza vão tornar-se uma parte emblemática do centro de Seattle, e aplaudo a Amazon por sua mais recente inovação”, disse o governador Jay Inslee. “Esse complexo exclusivo de edifícios é muito mais do que um espaço bonito e criativo para os funcionários da Amazon. Ele ajudará a conservar várias espécies de plantas raras de todo o mundo e oferecerá inúmeras oportunidades educacionais para os estudantes locais - e isso é uma coisa de que Washington se orgulha.”

“Seattle é a cidade mais legal do país, abrindo caminho com projetos urbanos inovadores, como The Spheres. Esse cenário único reunirá estudantes, visitantes e residentes no coração da nossa cidade”, disse a prefeita Jenny Durkan.

“Os deslumbrantes atributos de design das Esferas da Amazon vai muito além de trazer beleza natural para o núcleo urbano de Seattle”, disse Toby Brashaw, professor e presidente do Departamento de Biologia da Universidade de Washington. “O uso da biodiversidade das plantas - incluindo espécimes ‘estranhos’ e ‘feios’ - para contar a história de interconexões entre seres vivos será uma inspiração para todos que visitam e trabalham em The Spheres.”

Saiba mais sobre The Spheres, The Understory e como visitar em www.seattlespheres.com. Para ver atualizações regulares sobre a vida das plantas dentro de The Spheres, siga@SeattleSpheres no Instagram.

Sobre The Spheres

Saiba mais sobre o dia da inauguração: https://blog.aboutamazon.com/amazon-campus/the-spheres-blossom-in-seattle

The Spheres foi construído para criar uma ampla variedade de formas de comunicação, trabalho e refeição em cinco níveis diferentes no contexto de dramáticas instalações de plantas, incluindo espaços que reúnem paredes vivas, paludários e casas na árvore. Abaixo estão alguns fatos sobre The Spheres, além do que os visitantes encontrarão dentro e ao redor do complexo:

  • Mais de 600 empregos de tempo integral criados através de design, criação e construção de The Spheres.
  • Mais de 620 toneladas de aço, ou aço suficiente para construir três vezes a torre Space Needle.
  • Seis mil toneladas de concreto usadas na construção, ou concreto suficiente para construir uma autoestrada de Seattle a Sacramento, Califórnia.
  • A fachada externa apresenta uma forma de ocorrência natural na natureza chamada “Catalan”, derivada da face de um sólido hexacontaedro pentagonal de Catalan - a forma se repete sobre The Spheres com 60 faces por esfera, num total de 180.
  • A fachada de The Spheres contém 2.643 painéis de vidro ultra transparente e com eficiência energética, com uma camada de filme intermediária para manter fora comprimentos de onda infravermelha que produzem calor indesejado.
  • Os engenheiros estruturais testaram The Spheres para todos os tipos de fatores ambientais, inclusive 91 cenários diferentes. Na base do complexo The Spheres, uma viga de 400 mil libras transfere cargas pesadas das forças de gravidade, vento e sísmicas da fachada de vidro e aço para colunas na garagem abaixo.
  • A esfera maior tem mais de 90 pés de altura e mais de 130 pés de diâmetro.
  • Todas as três esferas compartilham um único ambiente interno, que faz o fluxo de ar crítico entre os edifícios. Aquecimento e resfriamento por piso radiante é uma forma eficiente de equilibrar a temperatura interna, e garante também que menos ar quente e seco circule através do sistema de aquecimento, ventilação e climatização (Heating, Ventilation and Air Conditioning - HVAC).
  • Mais de 40.000 plantas e mais de 400 espécies chamarão The Spheres de lar em qualquer tempo.
  • A coleção de plantas em The Spheres abrange cinco países e inclui espécimes da Universidade de Washington e do Jardim Botânico de Atlanta.
  • Muitas das plantas dentro de The Spheres são encontradas em florestas nubladas, um tipo tão extraordinariamente diversificado de floresta tropical de alta elevação que recebe muito da sua umidade de contato direto com nuvens e não de chuva.
  • Os ecossistemas de florestas nubladas são normalmente localizados em grandes altitudes (3.000 a 10.000 pés), e são encontrados em regiões montanhosas subtropicais e tropicais do mundo, onde temperaturas mais amenas nas encostas da montanha levam à formação de nuvens.
  • Plantas da floresta nublada dependem de condições úmidas e frescas. Para garantir que as pessoas e as plantas possam se desenvolver, The Spheres opera em ciclo diurno - a temperatura diurna interna atingirá a média de 22º C, com umidade perto de 60%, e a temperatura noturna atingirá pouco mais de 12º C, com umidade em torno de 85%.
  • A maior habitante de The Spheres - um Ficus rubiginosa apelidado de “Rubi” - foi plantado numa fazenda de árvores na Califórnia, em 1969. Hoje, Rubi mede mais de 55 pés de altura, 22 pés de largura e pesa quase 36.000 libras.

Histórico de parceria da Universidade de Washington

Nos últimos 30 anos, a Universidade de Washington cultivou uma coleção de plantas de categoria internacional na UW Botany Greenhouse (9.000 espécimes, 3.000 espécies). No último verão, o edifício foi derrubado para abrir caminho para uma nova estufa de última geração. A Amazon está fornecendo um lar para todas essas plantas numa estufa em Woodinville, WA, enquanto a construção está em curso, fornecendo o espaço e o cuidado necessários para manter a coleção se desenvolvendo para os futuros estudantes da Universidade de Washington.

As coleções de plantas da Universidade de Washington são um componente vital de missões da UW Biology - pesquisa, ensino e alcance público. Na verdade, a missão de alcance por si só traz milhares de visitantes para a estufa anualmente - estudantes do pré-escolar ao ensino médio (K-12) e seus professores, clubes de jardinagem, sociedades de horticultura, fotógrafos e artistas, além do povo de Seattle, que buscam luz e calor em pleno inverno. A UW compartilhou também algumas plantas para uso em The Spheres, e haverá muitas outras oportunidades semelhantes para compartilhar recursos e expertise enquanto a Amazon e a UW Biology mudam para suas respectivas residências.

Histórico de sustentabilidade da Amazon

Além das iniciativas de conservação em curso em The Spheres, a Amazon coloca sua amplitude e sua cultura inovadora a serviço da sustentabilidade em muitas outras formas. Veja os números:

7 – A equipe de sustentabilidade da Amazon inclui sete grupos especializados: energia e meio ambiente, embalagem, responsabilidade social, serviços de sustentabilidade, ciência e inovação, transporte e tecnologia.

50 – No ano passado, a Amazon anunciou uma meta de ter 50 unidades de atendimento com energia solar nos tetos até 2020. Você pode ler o anúncio e ver o vídeo sobre o projeto aqui.

55 – Cerca de 55% dos funcionários da nossa sede em Seattle vão para o trabalho andando, de bicicleta, ou usando transporte público. É um dos grandes benefícios de um campus urbano.

330.000 – Em 2017, lançamos nosso maior projeto eólico até hoje – o Amazon Wind Farm Texas. Os projetos da Amazon vão gerar energia limpa suficiente para levar energia para mais de 330.000 residências por ano.

3 milhões – É a medida em metros quadrados que estaremos aquecendo em Seattle usando energia reciclada de um centro de dados não Amazon do outro lado da rua, em frente aos nossos prédios. É um projeto inovador chamado ‘District Energy’, quatro vezes mais eficiente do que o aquecimento tradicional.

3,6 milhões – Até esta data, a Amazon anunciou ou começou a construção de um total de 3,6 milhões de megawatt-hora (MWh) de energia renovável.

360 milhões – As iniciativas de embalagem da Amazon (como embalagem sem frustração e despachar no próprio contêiner) eliminaram mais de 215.000 toneladas de embalagem excessiva em 2017. Isso quer dizer 360 milhões de caixas não usadas.

Confira www.Amazon.com/sustainability para se manter informado sobre as iniciativas de sustentabilidade da Amazon.

Sobre a Amazon

A Amazon é orientada por quatro princípios: obsessão pelo cliente em vez de foco no concorrente, paixão por invenção, compromisso com a excelência operacional e pensamento de longo prazo. Avaliações de clientes, compras com um clique, recomendações personalizadas, Prime Fulfillment by Amazon, AWS, Kindle Direct Publishing, Kindle, tablets Fire, TV Fire, Amazon Echo e Alexa são alguns dos produtos e serviços pioneiros da Amazon. Para obter mais informações, acesse www.amazon.com/about e siga @AmazonNews.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contacts

Amazon.com, Inc.
Linha direta para a imprensa
Amazon-pr@amazon.com
www.amazon.com/pr

Contacts

Amazon.com, Inc.
Linha direta para a imprensa
Amazon-pr@amazon.com
www.amazon.com/pr