GSMA anuncia iniciativa na indústria móvel para criar uma especificação global de aprovisionamento remoto para dispositivos móveis

Especificação de aprovisionamento remoto em comum colocará consumidores no controle da conexão de dispositivos móveis e contribui para a expansão do mercado

Mobile World Congress 2015
Mobile World Congress 2015:GSMA

BARCELONA, Espanha--()--A GSMA anunciou hoje que está trabalhando em conjunto com operadoras de telefonia móvel, fabricantes de dispositivos móveis e empresas de tecnologia SIM visando criar uma especificação global em comum para o aprovisionamento remoto com funcionalidade “over the air” (configuração e transmissão sincronizada) e gestão da conectividade em dispositivos móveis. A iniciativa, que abrange toda a indústria permitirá que consumidores ativem o SIM integrado em um aparelho, tal como um smartphone, tablet ou dispositivo trajável, utilizando a operadora de telefonia móvel de sua escolha. Uma experiência de usuário com uma abordagem em comum e consistente contribuirá também com o crescimento do mercado, ao permitir que fabricantes de dispositivos móveis desenvolvam produtos que suportem o emprego global.

“Atualmente não há uma solução de comum acordo na indústria em relação a como os usuários podem conectar dispositivos remotamente à uma rede de móvel,” disse Alex Sinclair, diretor de tecnologia da GSMA. “Este anúncio demonstra que a indústria é unânime no trabalho de criação de uma especificação em comum e interoperável, que reduza a fragmentação do mercado e mantenha a experiência da conexão de dispositivos no futuro.”

A iniciativa da GSMA no aprovisionamento remoto e móvel do SIM está liderando e coordenando as atividades da indústria com uma série de “provas de conceito” complementares, que juntas, estão contribuindo para o desenvolvimento de uma solução SIM remota de ponta a ponta. Tais provas de conceito foram projetadas para auxiliar a formação da melhor especificação técnica para a indústria móvel, assim como para os consumidores. Os participantes apresentarão várias demonstrações no evento Mobile World Congress 2015 que exibirá a conveniência e a oportunidade proporcionada por novos dispositivos móveis que se conectam remotamente.

Os resultados são esperados para o terceiro trimestre de 2015, com a entrega de uma especificação em comum para o aprovisionamento remoto de dispositivos móveis prevista para 2016.

Suporte da indústria para a iniciativa de aprovisionamento do SIM remoto e móvel

A iniciativa da GSMA no aprovisionamento remoto e móvel do SIM recebeu um forte apoio da indústria de operadoras de telefonia móvel, incluindo a AT&T, Deutsche Telekom, Etisalat, Hutchison Whampoa, KDDI, NTT DOCOMO, Orange, Ooredoo, Telefónica, TeliaSonera, Telstra, Turkcell e Vodafone.

“A AT&T tem sido inovadora nesta área por anos com nossa atual solução global chamada AT&T global SIM, tornando a conectividade sem fio simples, contínua e de alta segurança para consumidores e empresas," disse Chris Penrose, vice-presidente sênior da divisão de soluções para internet das coisas da AT&T. "Esperamos continuar a trabalhar com a GSMA nesta iniciativa de aprovisionamento móvel e remoto do SIM, assim como junto às operadoras de telefonia móvel do mundo todo para tornar ainda mais fácil a vida móvel de nossos usuários.”

“O que pretendemos alcançar com o eSIM é a simplicidade e conveniência para nossos usuários finais,” disse Thorsten Müller, vice-presidente sênior da divisão de produtos Core Telco da Deutsche Telekom. “Acrescentar um dispositivo ao meu plano de dados pessoais se tornará algo tão simples como fazer a leitura de um código de barras.”

“O aprovisionamento remoto ou online do SIM torna-se uma realidade e enxergamos as vantagens, especialmente na redução do custo de distribuição. Em algumas jurisdições competentes, entretanto, esperamos que existam obrigações em relação à segurança, tais como identificação biométrica, para reduzir de modo significativo sua introdução, representando um desafio que a indústria móvel precisa superar,” disse Ahmad Julfar, CEO da Etisalat Group.

“O SIM integrado é uma solução promissora que traz experiências de utilização fantásticas aos nossos usuários, bem como para a crescente classe de usuários de roaming,” disse Yasuhide Yamamoto, vice-presidente do setor de produtos da KDDI. “A KDDI está trabalhando para estabelecer um ecossistema interoperável único e global com a GSMA e com operadoras parceiras para possibilitar uma maior conveniência aos nossos usuários.”

“A DOCOMO já vem oferecendo aprovisionamento remoto para soluções máquina à máquina (M2M). Para que possamos aprimorar a forma de utilização de dispositivos móveis, esperamos trabalhar em parceria nesta iniciativa da GSMA,” disse Seizo Onoe, diretor de tecnologia da NTT DOCOMO, Inc.

“A Ooredoo, com entusiasmo, objetiva oferecer uma experiência de usuário aprimorada e consistente em toda a percepção de nossa imagem, e estamos altamente empenhados neste esforço abrangendo toda a indústria, para apoiarmos uma abordagem de comum acordo para oferecermos aprovisionamento remoto pelos dispositivos sem fio. Tal esforço coletivo permitirá que os usuários se beneficiem do potencial total da tecnologia móvel incluindo identidade móvel, tecnologia M2M e mCommerce,” disse Dr. Nasser Marafih, CEO do grupo Ooredoo.

“A Orange está comprometida a desenvolver, em conjunto com a GSMA, uma solução aberta de SIM integrado, acessível à toda a indústria, que possa oferecer aos consumidores uma experiência de usuário que seja conveniente e simples em quaisquer circunstâncias, como o SIM existente,” comentou Mari-Noelle Jego-Laveissière, vice-presidente executiva de inovação da Orange. “Esta solução deverá também garantir um ambiente de alta segurança para proteger a privacidade dos usuários.”

“O SIM remoto é uma evolução natural em nossa indústria. Fazendo as escolhas certas agora em termos de tecnologia, utilização e experiência de usuário, garantirá aos nossos consumidores uma transição de sucesso, sem comprometer a qualidade de serviço que esperam das operadoras de telefonia móveis,” disse Francisco Montalvo, diretor da unidade de dispositivos do grupo da Telefónica Group.

“Como a TeliaSonera enxerga benefícios claros para nossos usuários com um SIM integrado, estamos totalmente engajados com a GSMA no desenvolvimento de um padrão em conjunto. É importante que trabalhemos juntos para oferecermos uma maior conveniência ao usuário, de forma consistente em todo o mundo” disse Mats Svärdh, vice-presidente de redes e infraestrutura de TI da TeliaSonera.

“A Telstra está comprometida em trabalhar com a GSMA e a indústria para desenvolver um padrão único e aberto de SIM que permitirá que nossos usuários conectem uma ampla variedade de dispositivos futuros às suas contas, de uma maneira simples, segura e protegida,” disse Warwick Bray, diretor gerente do grupo, da Telstra Retail.

“A Vodafone, por ter sido pioneira na integração de SIMs nos consoles de jogos PSP Vita da Sony e no Amazon Kindle, está completamente envolvida no desenvolvimento de um padrão único em comum. Os SIMs integrados podem dar aos consumidores novas maneiras de se conectar com as redes rápidas e confiáveis da Vodafone. É importante que as empresas de telecomunicações trabalhem em conjunto para oferecerem uma experiência consistente aos usuários, em todo o mundo,” disse Patrick Chomet, diretor de terminais do grupo, da Vodafone Group.

Sobre as GSMA

A GSMA representa os interesses das operadoras de telefonia móvel mundiais, unindo cerca de 800 operadoras com mais de 250 empresas no amplo ecossistema de telefonia móvel, incluindo fabricantes de aparelhos e dispositivos, empresas de software, fornecedores de equipamentos e empresas de internet, bem como organizações de setores relacionados à indústria. A GSMA produz também eventos líderes da indústria, como o Mobile World Congress, Mobile World Congress Shanghai e as conferências Mobile 360 Series.

Para mais informações, visite o site corporativo da GSMA www.gsma.com. Siga a GSMA no Twitter: @GSMA.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contacts

Contato para a GSMA
Charlie Meredith-Hardy, +44 7917 298428
CMeredith-Hardy@webershandwick.com
ou
Assessoria de Imprensa da GSMA
pressoffice@gsma.com

Contacts

Contato para a GSMA
Charlie Meredith-Hardy, +44 7917 298428
CMeredith-Hardy@webershandwick.com
ou
Assessoria de Imprensa da GSMA
pressoffice@gsma.com