Smartphones serão responsáveis por dois terços do mercado móvel do mundo até 2020, diz o novo estudo da GSMA Intelligence

As conexões com smartphone alcançarão seis bilhões até 2020, impulsionadas pelo crescimento dos países em desenvolvimento e sustentadas pela implantação da banda larga móvel

LONDRES--()--Os smartphones serão responsáveis por duas de cada três conexões móveis no mundo todo até 2020, de acordo com um novo importante relatório da GSMA Intelligence, o braço de pesquisa da GSMA. O novo estudo “Smartphone forecasts and assumptions, 2007-2020” conclui que os smartphones são responsáveis por uma a cada três conexões móveis1 hoje, representando mais de dois bilhões de conexões móveis. Ele prevê que o número de conexões de smartphone2 aumentará três vezes mais ao longo dos próximos seis anos, chegando a seis bilhões até 2020, sendo responsável por dois terços dos nove bilhões de conexões móveis nesse período. Os telefones básicos, feature phones e terminais de dados, tais como tablets, dongles e roteadores, responderão pelas demais conexões. O estudo exclui a tecnologia M2M das totalizações das conexões.

"O smartphone provocou uma onda de inovação global que levou novos serviços a milhões e eficiência para empresas de todos os tipos", disse Hyunmi Yang, Diretor de Estratégia da GSMA. "Como o estudo divulgado hoje mostra, os smartphones serão a força motriz do crescimento da indústria móvel ao longo dos próximos seis anos, com uma estimativa de um bilhão de novas conexões de smartphone apenas para os próximos 18 meses.

"Nas mãos dos consumidores, estes dispositivos estão melhorando os padrões de vida e mudar mudando as vidas, especialmente nos mercados em desenvolvimento, ao mesmo tempo em que estão contribuindo para o crescimento das economias ao estimular o empreendedorismo. À medida que a indústria evolui, os smartphones estão se tornando centros de estilo de vida que estão criando oportunidades para os participantes da indústria móvel nos mercados verticais, tais como serviços financeiros, saúde, automação residencial e transporte."

Foco do Smartphone desloca-se para os países em desenvolvimento

Os países em desenvolvimento ultrapassaram os países desenvolvidos em termos de conexões de smartphones em 2011 e, hoje, respondem por dois em cada três smartphones do planeta, de acordo com o novo estudo. A previsão é que, até 2020, quatro em cada cinco conexões de smartphones no mundo todo virão de países em desenvolvimento.

A região da Ásia-Pacífico responde, hoje, por cerca de metade das conexões globais de smartphones, apesar da penetração de smartphones na região estar estimada atualmente em menos de 40 por cento. O total da Ásia-Pacífico é impulsionado pela inclusão da China, o maior mercado de smartphones do mundo, com mais de 629 milhões de conexões de smartphone.

Os dez principais mercados globais de smartphones, 2º Trimestre de 2014

Fonte: GSMA Intelligence

           
País Conexões de Smartphone (milhões)
 
1 China 629,2
2 Estados Unidos da América 196,8
3 Brasil 141,8
4 Índia 111,0
5 Indonésia 95,0
6 Federação Russa 83,9
7 Japão 66,1
8 Alemanha 48,5
9 Reino Unido 45,4
10 França 43,5
 

Em muitos mercados desenvolvidos, a penetração de smartphones está se aproximando do "teto" de 70 a 80 por cento, quando o crescimento tende, então, a diminuir. De acordo com o relatório, a adoção de smartphones deverá chegar a 75 por cento na Europa e na América do Norte até 2020. O crescimento de smartphones nestas duas regiões diminuiu nos últimos anos; as conexões de smartphones aumentaram 35 por cento na América do Norte e 39 por cento na Europa entre 2010 e 2013, em comparação com as taxas de crescimento de mais de 80 por cento durante o mesmo período na América Latina e na região da Ásia-Pacífico.

Os cinco principais países do mundo com as maiores taxas de adoção de smartphones hoje (como porcentagem do total de conexões) são Qatar, Emirados Árabes Unidos, Finlândia, Coréia do Sul e Noruega. Por outro lado, a África Subsaariana tem atualmente a menor taxa de adoção de smartphones em todo o mundo - 15 por cento - mas espera-se que ela seja a região de mais rápido crescimento ao longo dos próximos seis anos conforme dispositivos acessíveis tornem-se mais amplamente disponíveis e as redes de banda larga móveis sejam implantadas em toda a África.

Fatores que impulsionam o mercado de smartphones

O novo relatório da GSMA Intelligence destaca uma série de fatores que influenciam o crescimento no mercado mundial de smartphones, incluindo:

  • A rápida erosão do Preço Médio de Venda (ASP) de smartphones está acelerando a migração de usuários dos telefones básicos e feature phones para smartphones
  • A demanda por smartphones básicos está impulsionando o crescimento do volume, com os smartphones abaixo de $50 tornando-se uma realidade
  • A venda de smartphones com a marca da operadora através dos canais de varejo da operadora é uma tendência importante que orienta o segmento básico
  • Os subsídios das operadoras continuam a ter um papel importante na condução da adoção de dispositivos avançados, mas estão sendo reduzidos a níveis de preços mais baixos
  • A disponibilidade de smartphones 4G LTE é influenciada pelo ritmo da alocação e atribuição do espectro 4G pelos reguladores no mundo
  • A disponibilidade de tarifas e serviços focados em dados está impulsionando a adoção de smartphones em ambas as economias desenvolvidas e em desenvolvimento
  • Nos países em desenvolvimento, a adoção de smartphones está ligada à existência de tarifas de dados sob medida para os consumidores pré-pagos conscientes sobre os custos
  • O crescimento dos smartphones é impactado negativamente pela tributação imposta sobre dispositivos pelos governos, especialmente nas economias em desenvolvimento sensíveis ao preço
  • Nos países em desenvolvimento, existe uma correlação entre o aumento na adoção de smartphones e um aumento nas conexões de banda larga móvel

O relatório completo “Smartphone forecasts and assumptions, 2007-2020”, está disponível para os assinantes da GSMA Intelligence e para os membros credenciados da imprensa a pedido.

Clique aqui para ler mais sobre este relatório no blog da GSMA: http://www.gsma.com/newsroom/smartphone/

Clique aqui para mais informações sobre como se inscrever para GSMA Intelligence: http://www.gsma.com/newsroom/gsmai/

Sobre a GSMA

A GSMA representa os interesses das operadoras de telefonia móvel do mundo todo. Abrangendo mais de 220 países, a GSMA reúne cerca de 800 operadoras de telefonia móvel do mundo, com mais de 250 empresas no ecossistema móvel mais amplo, incluindo fabricantes de celulares e dispositivos, empresas de software, fornecedores de equipamentos e empresas de Internet, assim como as organizações em setores industriais, tais como serviços financeiros, saúde, mídia, transporte e serviços de utilidade pública. A GSMA também produz eventos líderes do setor, tais como o Mobile World Congress e a Mobile Asia Expo.

Para mais informações, acesse o site corporativo da GSMA em www.gsma.com. Siga a GSMA no Twitter: @GSMA.

Nota aos Editores

1 Uma conexão móvel é definida como um cartão SIM (chip) único (ou um número de telefone quando os cartões SIM não são utilizados) registrado em uma rede móvel. Não é o mesmo que assinante móvel único, que se refere a um indivíduo que pode ter várias conexões móveis. As conexões máquina a máquina estão excluídas deste estudo.

2 Uma conexão de smartphone é definida como um cartão SIM registrado e usado em um dispositivo smartphone no final do período. Ela não representa o número de aparelhos smartphones vendidos ou enviados.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contacts

Assessoria de Imprensa:
Para a GSMA
Charlie Meredith-Hardy, +44 7917 298428
CMeredith-Hardy@webershandwick.com

Contacts

Assessoria de Imprensa:
Para a GSMA
Charlie Meredith-Hardy, +44 7917 298428
CMeredith-Hardy@webershandwick.com