Projeto científico extraordinário será a tônica da Conferência de computação de alto desempenho da SC17 em Denver

SC17 Keynote Speaker Philip Diamond (Photo: Business Wire)

DENVER--()--O Professor Philip Diamond, Diretor Geral do projeto Square Kilometer Array (SKA) fará o discurso inaugural da SC17, a Conferência Internacional de Computação de Alto Desempenho, Formação de Rede, Armazenagem e Análise, em Denver, nos dias 12 a 17 de novembro.

O projeto SKA é uma colaboração internacional para a construção do maior radiotelescópio do mundo, que vai mudar nosso entendimento atual do espaço.

O Professor Diamond, acompanhado pela Dra. Rosie Bolton, cientista de projeto do Centro Regional do SKA, vão levar os participantes da SC17 por todo o mundo e às profundezas do universo observável enquanto descrevem a parceria internacional do SKA que vai mapear a e estudar o céu completamente em detalhes nunca antes atingidos.

Quando concluído, o telescópio SKA estará à frente da pesquisa científica, observando como as primeiras estrelas e galáxias foram formadas depois do big bang e ajudando os cientistas a entender a evolução do universo e a natureza da força misteriosa conhecida como a energia escura.

Como Diretor Geral do SKA, o Prof. Diamond coordena a iniciativa global para estabelecer e agora supervisionar 12 consórcios de engenharia internacionais reunindo mais de 100 empresas e institutos de pesquisa e mais de 600 especialistas em 20 países para projetar o SKA.

"O projeto SKA é um dos mais ambiciosos empreendimentos de ciências atualmente", disse Bernd Mohr, Presidente da Conferência SC17 do Juelich Supercomputing Centre. “A apresentação do Professor Diamond e da Dra. Bolton, rica de informações e visualmente deslumbrante, vai cativar a todos ao descrever um dos maiores empreendimentos científicos da história, incorporando o maior instrumento científico do mundo - um projeto de ciência global de tamanho e escala sem precedentes, e um exemplo primordial de como o HPC da nossa conferência conecta o tema.

Milhares de antenas distribuídas por dois continentes vão gerar petabytes - quadrilhões de bytes - e eventualmente exabytes (um exabyte é igual a um quintilhão de bytes) de dados, fazendo do SKA um projeto avançado numa era de big data e computação em escala extrema.

Com sua exclusiva capacidade de pegar os objetos menores e menos visíveis no céu mais do que qualquer outro radiotelescópio, o SKA vai habilitar os astrônomos a fazer descobertas em áreas tão diversas como a formação de planetas semelhantes à Terra, a detecção de distorções gravitacionais de tempo e espaço em nossa galáxia, a origem dos campos magnéticos cósmicos e o entendimento da formação e do crescimento de buracos negros.

"Como o Wi-Fi e a World Wide Web antes delas, algumas dessas inovações vão escorrer para a sociedade e serão aplicadas em outros campos", disse Diamond. "Por exemplo, derivações em áreas conectadas às atividades de computação do SKA podem beneficiar outros sistemas com eficiência energética que precisam processar grandes volumes de dados em áreas remotas de fontes geograficamente dispersas."

Como cientista de projetos do Centro Regional de SKA, a Dra. Bolton está pesquisando como distribuir centenas de petabytes de produtos de dados por ano para milhares de cientistas de todo o mundo e também estabelecer as melhores práticas com base em como a comunidade científica vai interagir com esses dados.

O SKA já está conduzindo o desenvolvimento da tecnologia em colaboração com a indústria para agir como um banco de ensaio de tecnologias emergentes para potenciais futuras aplicações no mercado. Potenciais áreas de inovação incluem técnicas de gestão de dados, mineração e analítica de dados e algoritmos de imagem, visualização remota e combinação de padrões - tudo o que pode impactar áreas tais como medicina, transporte e segurança. O projeto está também comprometido com difusão, educação e treinamento em países em desenvolvimento.

Professor Philip Diamond

O Professor Philip Diamond é o Diretor-Geral da SKA (Square Kilometre Array). Ele foi indicado para essa posição em outubro de 2012 e é responsável pelo design e finalmente a construção do SKA pela equipe. Os vários interesses de pesquisa do Professor Diamond incluem estudos do nascimento e morte de estrelas, supernovas galácticas e extragalácticas e discos de gás girando em torno de buracos negros absurdamente grandes nos centros das galáxias. Ele publicou mais de 300 trabalhos de pesquisa sobre astronomia.

Dra. Rosie Bolton

A Dra. Bolton atua como cientista de projeto do Centro Regional SKA e como cientista de projeto do consórcio de engenharia internacional que está desenhando os Computadores de Alto Desempenho que vão gerar quase 300 petabytes de dados por ano dos primeiros produtos de dados de ciência da SKA. A Dra. Bolton está também pesquisando como distribuir esses produtos de dados para a comunidade de usuários de milhares de cientistas de todo o mundo e como eles vão interagir com os dados.

Sobre a SC17

A SC17 é a principal conferência internacional que apresenta as várias formas de computação de alto desempenho, formação de rede, armazenagem e análise que levam a avanços em descoberta científica, pesquisa, educação e comércio. O evento anual, criado e patrocinado pela ACM (Associação de Maquinaria de Computação) e a IEEE Computer Society, atrai profissionais e educadores de HPC de todo mundo para participar do seu programa de educação técnica completo, oficinas, tutoriais, uma área de exposição de categoria internacional, demonstrações e oportunidades de aprendizagem prática.

Para outras informações sobre a SKA, acesse: http://skatelescope.org/

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contacts

SC17
Brian Ban
773-454-7423

Contacts

SC17
Brian Ban
773-454-7423