Moody’s pronta para adquirir Bureau van Dijk

  • Baseia-se no papel Moody's como fornecedora global de medidas de risco de crédito e visão analítica
  • Negócios altamente complementares se beneficiarão da marca, distribuição, experiência em crédito e capacidades analíticas da Moody's
  • Acreditação ao lucro por ação do GAAP em 2019; acréscimo do lucro por ação em 2018, excluindo-se a amortização do preço de compra e os custos únicos de integração
  • Aumenta as perspectivas de longo prazo da Moody's para crescimento de receita e do lucro por ação
  • Moody's realizará uma teleconferência hoje, às 8h30min ET (Hora do Leste)

NOVA IORQUE--()--Moody’s Corporation (NYSE:MCO) anunciou hoje que assinou um acordo definitivo para adquirir a Bureau van Dijk, uma fornecedora global de business intelligence e informações de empresas, por € 3 bilhões (aproximadamente US$ 3,27 milhões). A aquisição amplia a posição da Moody’s como uma das líderes em dados de risco e visão analítica.

A Bureau van Dijk é uma empresa agregadora e distribuidora de informações de alto crescimento, que posiciona a Moody's no centro de uma rede exclusiva de dados de risco global”, disse Raymond McDaniel, presidente e diretor executivo da Moody’s. “Esta aquisição oferece oportunidades significativas para que a Moody's Analytics ofereça produtos complementares, crie novas soluções de risco e estenda seu alcance a segmentos novos e em evolução do mercado.”

A Moody's é uma fonte altamente reconhecida e autorizada de avaliações de crédito e ferramentas analíticas, com uma forte marca e alcance global”, disse Mark Schwerzel, vice-diretor executivo da Bureau van Dijk. “A adição da poderosa plataforma de informação da Bureau van Dijk ao conjunto de soluções de gerenciamento de riscos da Moody's Analytics apresenta várias oportunidades para melhor atender à nossa base de clientes combinada.”

Bureau van Dijk, que tem suas operações em sua sede em Amsterdã, agrega, padroniza e distribui um dos mais extensos conjuntos de dados de empresas privadas do mundo, com cobertura superior a 220 milhões de empresas. Durante mais de 30 anos, a empresa desenvolveu parcerias com mais de 160 fornecedores independentes de informações ao criar uma plataforma que conecta clientes com dados que lida com vários desafios empresariais. As soluções da Bureau van Dijk têm suporte para a análise de crédito, pesquisa de investimentos, risco tributário, preços de transferência, conformidade e necessidades de auditoria legal de terceiros de instituições financeiras, corporações, empresas de serviços profissionais e autoridades governamentais no mundo inteiro.

Em 2016, a Bureau van Dijk gerou receita de US$ 281 milhões e EBITDA de US$ 144 milhões. A Bureau van Dijk aparecerá como parte da unidade de Pesquisa, Dados e Análise (RD&A) da Moody’s Analytics. A Moody’s espera aproximadamente US$ 45 milhões de sinergias de receita e despesas anuais até 2019 e US$ 80 milhões até 2021. De acordo com os princípios contábeis geralmente aceitos (GAAP), espera-se que a aquisição aumente o resultado da Moody's em 2019. Excluindo-se a amortização do preço de compra e os custos exclusivos de integração, espera-se que ela seja acretiva ao lucro por ação em 2018.

A Moody's vai financiar a transação através de uma combinação de dinheiro vindo do exterior e financiamento da nova dívida. A aquisição está sujeita à aprovação regulamentar na União Europeia e deverá ser concluída no final do terceiro trimestre de 2017.

Bureau van Dijk pertence ao fundo EQT VI, parte da EQT, uma empresa de investimentos alternativos com liderança no setor, com cerca de € 35 bilhões em capital levantado por 22 fundos. Os fundos EQT têm empresas em carteira na Europa, Ásia e a EUA EQT trabalha com empresas em carteira para alcançar o crescimento sustentável, excelência operacional e liderança de mercado.

"Estamos muito satisfeitos com o desenvolvimento da Bureau van Dijk sob a titularidade da EQT e queremos agradecer a gerência e funcionários por seu trabalho árduo e dedicação. Vemos um excelente ajuste entre a Bureau van Dijk e a Moody's Analytics e felicitamos a Moody's por ter adquirido esta empresa com posição exclusiva", disse Kristiaan Nieuwenburg, sócio da EQT.

Os vendedores são representados pela Quayle Munro e JP Morgan.

TELECONFERÊNCIA (Conference call)

A Moody’s fará uma teleconferência para discutir esta aquisição no dia 15 de maio de 2017, às 8h30min, fuso ET. Pessoas residentes nos EUA e Canadá podem acessar a conferência discando +1-877-400-0505. Outros interessados devem discar +1-719-234-7477. Por favor, discar para a conferência no horário de 8h20min, ET. A senha para a conferência é “Moody’s Corporation”.

A teleconferência será transmitida pela Web com uma apresentação de slides, que pode ser acessada através do site Moody's Investor Relations (Relações com Investidores), http://ir.moodys.com em “Featured Events and Presentations” (Eventos e apresentações em destaque).

*****

SOBRE A MOODY’S CORPORATION

A Moody's é um componente essencial dos mercados globais de capital, fornecendo classificações de crédito, pesquisa, ferramentas e análises que contribuem para mercados financeiros integrados e transparentes. A Moody’s Corporation (NYSE:MCO) é a principal empresa da Moody's Investors Service, que fornece classificações de crédito e pesquisa, que abrange instrumentos de dívida e seguros, e a Moody's Analytics, que oferece produtos de software inovadores, serviços de consultoria e pesquisa para crédito, análise econômica e gerenciamento de riscos financeiros. A corporação, que registrou uma receita de US$ 3,6 bilhões em 2016, emprega cerca de 10.700 pessoas no mundo inteiro e mantém presença em 36 países. Mais informações estão disponíveis em www.moodys.com.

Declaração de “Porto Seguro” sob a Lei de Reforma de Litígios de Seguros Privados de 1995

Certas declarações contidas neste comunicado são declarações prospectivas e estão baseadas em futuras expectativas, planos e perspectivas para negócios e operações da Moody’s que envolvem vários riscos e incertezas. As declarações prospectivas neste comunicado de imprensa são feitas a partir da presente data. A Moody's renuncia qualquer obrigação em complementar, atualizar ou revisar tais declarações em uma base avançada, seja como resultado de desenvolvimentos subsequentes, expectativas alteradas ou de outro modo. Em conexão com as provisões de "porto seguro" da Lei de Reforma de Litígios de Seguros Privados de 1995, a empresa identifica certos fatores que poderiam levar a resultados reais a diferir, talvez materialmente, daqueles indicados por estas declarações prospectivas. Estes fatores, riscos e incertezas incluem, mas não estão limitados a (i) como se relacionam com a operação proposta: os custos incorridos na negociação e consumação da operação proposta, incluindo o desvio de tempo de gestão e atenção; a capacidade das partes de concluir com êxito a aquisição proposta em termos e prazos previstos, incluindo a obtenção de aprovações regulamentares (sem que sejam impostas condições significativas); a possibilidade de que as condições para o fechamento possam não ser satisfeitas e a transação não seja consumada; o fato de que, nos termos do Contrato de Compra de Valores Mobiliários celebrado em conexão com a proposta de aquisição, o risco da empresa da Bureau van Dijk passe para a Moody's em 31 de dezembro de 2016; não incorrendo em obrigações imprevistas, mas significativas; riscos associados à integração das operações, produtos e empregados da Bureau van Dijk para a Moody's e a possibilidade de que as sinergias previstas e outros benefícios da aquisição proposta não sejam realizados nos montantes previstos ou não sejam realizados dentro do prazo esperado; riscos de que a aquisição proposta possa ter um efeito negativo nos negócios da Bureau van Dijk ou em suas perspectivas, incluindo, sem limitação, as relações com vendedores, fornecedores ou clientes; reclamações feitas, de tempos a tempos, por vendedores, fornecedores ou clientes; alterações nos mercados europeus ou mundiais que tenham um efeito negativo sobre os negócios da Bureau van Dijk; o resultado de processos judiciais, se houver, que possam surgir após o anúncio da aquisição proposta; quaisquer mudanças significativas nos mercados de crédito, na medida em que aumentam o custo de financiamento para a transação; bem como a capacidade da Bureau van Dijk de cumprir com êxito as diversas regulamentações governamentais aplicáveis à sua empresa, tal como existem de tempos em tempos, bem como o risco de qualquer falha relacionada a isso; e (ii) na medida em que se relaciona com a Moody's em geral, os fatores, riscos e incertezas descritos no relatório anual da Moody's no Formulário 10-K e registros subsequentes junto à Comissão de Valores Mobiliários. Esses fatores, riscos e incertezas, bem como outros riscos e incertezas que podem fazer com que os resultados reais da Moody's diferem materialmente daqueles contemplados, expressos, projetados, antecipados ou implícitos nas declarações prospectivas são descritos em maior detalhe em "Fatores de Risco" Parte I, Item 1A do relatório anual da Moody's no Formulário 10-K para o ano encerrado em 31 de dezembro de 2016 e em outros arquivamentos feitos pela Moody's de tempos em tempos junto à SEC ou em materiais aqui incorporados ou em outro documento. Os acionistas e investidores são advertidos de que a ocorrência de qualquer um desses fatores, riscos e incertezas pode fazer com que os resultados reais da Moody's diferem materialmente daqueles contemplados, expressos, projetados, antecipados ou implícitos nas declarações prospectivas, o que poderia ter um impacto material e efeito adverso sobre os negócios, resultados operacionais e situação financeira da Moody's. Novos fatores podem surgir de tempos em tempos e não é possível para a Moody's prever estes novos fatores, nem a Moody's pode avaliar o efeito potencial de quaisquer novos fatores na empresa.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contacts

Moody’s Corporation
Salli Schwartz: +1 212-553-4862
Chefe Global de Relações com Investidores e
Comunicações
sallilyn.schwartz@moodys.com
ou
Michael Adler: +1 212-553-4667
Vice-presidente sênior
Comunicações Corporativas
michael.adler@moodys.com
ou
Isabelle Cornelis: +44 20-7772-5207
Vice-presidente assistente
Divisão de Comunicações da Moody’s
Isabelle.Cornelis@moodys.com

Contacts

Moody’s Corporation
Salli Schwartz: +1 212-553-4862
Chefe Global de Relações com Investidores e
Comunicações
sallilyn.schwartz@moodys.com
ou
Michael Adler: +1 212-553-4667
Vice-presidente sênior
Comunicações Corporativas
michael.adler@moodys.com
ou
Isabelle Cornelis: +44 20-7772-5207
Vice-presidente assistente
Divisão de Comunicações da Moody’s
Isabelle.Cornelis@moodys.com