Domínio dos fundamentos: Estudo confirma Fatores-chave de desempenho críticos para o sucesso do negócio

O relatório da PMI Pulse of the Profession® mostra como as organizações de alto desempenho incorporam a eficiência através do desenvolvimento de estratégias, técnicas e equipes construídas a partir do uso das boas práticas de gerenciamento de projetos

NEWTOWN SQUARE, Pa.--()--As organizações ainda perdem uma média de US$ 109 milhões para cada US$ 1 bilhão investido em projetos e programas devido ao mau desempenho. As organizações de alto desempenho, no entanto, gastam 13 vezes menos do que suas contrapartes de baixo desempenho, de acordo com o relatório de 2015 Pulse of the Profession® : Capturing the Value of Project Management, publicado hoje pelo Project Management Institute (PMI). A diferença: as empresas de alto desempenho usam seu domínio das práticas fundamentais de projetos e programas como base para o sucesso organizacional e vantagem competitiva.

A pesquisa com 2.800 líderes de projeto e profissionais em multinacionais e agências governamentais concluiu que as organizações de mais alto desempenho são proativas no alinhamento de seus modelos de negócios e práticas de gestão de talentos a um conjunto de princípios de gestão de projeto básicos comprovados e fundamentalmente sólidos:

  • Plena compreensão do valor do gerenciamento de projetos
  • Ativa contratação de patrocinadores executivos
  • Alinhamento de projetos à estratégia
  • Desenvolvimento e manutenção de talentos do gerenciamento de projetos
  • Estabelecimento de um PMO bem alinhado e eficaz
  • Uso de práticas padronizadas de gerenciamento de projetos em toda a organização

As organizações de alto desempenho — aqueles que concluem 80% ou mais dos projetos no prazo, dentro do orçamento e cumprindo as metas originais — estão demonstrando que aderir às práticas de gerenciamento de projetos, programas e portfólios comprovadas reduz os riscos, corta custos e melhora as taxas de sucesso. Este enfoque enfatiza a necessidade de que todas as organizações devem reduzir o desperdício e aumentar a produtividade ao priorizar áreas de habilidade essenciais, tais como transferência de conhecimento, gestão de riscos, agilidade organizacional e realização de benefícios. Ao construir uma cultura em torno de uma mentalidade de gestão de projeto, as organizações estarão mais capacitadas a criar uma vantagem competitiva sustentável.

Por exemplo, a importância da transferência de conhecimento - o ato de capturar e compartilhar lições aprendidas entre os funcionários - é uma competência crítica. Isto pode estar diretamente ligado à realidade demográfica que, à medida que os Baby Boomers transitam para a aposentadoria, a Geração X e a Geração Y estão assumindo funções de liderança no gerenciamento de projetos, programas e portfólios. A pesquisa da PMI mostra que ter um processo de transferência de conhecimento formal melhora significativamente os resultados do projeto: 75 por cento das organizações de alto desempenho têm um sistema de transferência de conhecimento estabelecido implementado, em comparação com apenas 35 por cento das organizações com baixo desempenho.

"Nossa pesquisa ressalta a vantagem competitiva para as organizações que dominam os fundamentos do bom gerenciamento de projetos: o cultivo uma cultura de cima para baixo das práticas padronizadas, enfatizando o papel crítico do patrocínio executivo e o investimento de tempo e recursos no desenvolvimento e na formação de gerentes de projetos profissionais", disse Mark A. Lamgley, Presidente e Diretor-Presidente da PMI. "Com esses elementos fundamentais implementados e funcionando com a máxima eficiência, as organizações têm o potencial de atingir um desempenho de projeto superior e executar iniciativas estratégicas com mais êxito."

Pulse salienta também as práticas de gestão de risco como um componente essencial da excelência do gerenciamento de projeto. Oitenta e três por cento das organizações de alto desempenho reportam o uso frequente das práticas de gestão de risco, em comparação com apenas 49% das organizações de baixo desempenho. Curiosamente, o uso frequente das práticas de gestão de risco caiu de 71% em 2012 para 64%.

Outras Conclusões

  • O uso frequente de práticas de gestão de projetos ágeis/iterativas/incrementais continua a aumentar, com 38 por cento das organizações informando o uso frequente – um aumento de 8 pontos percentuais desde 2013.
  • Embora somente uma em cada cinco organizações informe ter tido alto nível de vencimento de realização de benefícios, nós assistimos a um aumento de 63% em comparação com o patamar visto em 2013.
  • As organizações que compreendem os benefícios desejados de um projeto desde o início estão mais capacitadas a usufruir dos mesmos e dos futuros esforços.

Para saber mais, acesse www.PMI.org/Pulse

Sobre o Pulse of The Profession® da PMI

Realizada desde 2006, a Pulse of the Profession® da PMI é a pesquisa anual global dos profissionais de gerenciamento de projeto. A Pulse of the Profession® retrata em gráficos as principais tendências para o gerenciamento de projetos, agora e no futuro. Ela apresenta a pesquisa de mercado original que informa os feedbacks e opiniões de gerentes de projetos, programas e portfólios, juntamente com uma análise de dados de terceiros.

A mais recente edição da Pulse apresenta feedback e opiniões de mais de 2.800 líderes de gerenciamento de projetos e profissionais de toda a América do Norte; Ásia-Pacífico; Europa, Oriente Médio e África (EMEA); e das regiões da América Latina e Caribe.

Sobre o Project Management Institute (PMI)

O Project Management Institute é a associação profissional com membros, sem fins lucrativos, líder mundial na profissão de gerenciamento de projetos, programas e portfólios. Fundado em 1969, o PMI proporciona valor para mais de 2,9 milhões de profissionais que trabalham em quase todos os países do mundo através de advocacia, colaboração, educação e pesquisa global. O PMI avança carreiras, melhora o sucesso organizacional e amadurece a profissão de gerenciamento de projeto através dos padrões reconhecidos globalmente, das certificações, dos recursos, das ferramentas, pesquisas acadêmicas, publicações, cursos para desenvolvimento profissional e oportunidades de networking. Como parte do grupo PMI, a Human Systems International (HSI) oferece avaliação organizacional e serviços de benchmarking para empresas líderes e governos, enquanto o ProjectManagement.com e ProjectsAtWork.com criam comunidades online globais que disponibilizam mais recursos, melhores ferramentas, maiores redes e perspectivas mais amplas.

Visite-nos em www.PMI.orgwww.facebook.com/PMInstitute e no Twitter @PMInstitute.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contacts

PMI
Karen Flanagan, +1 610-356-4600 x1092
Karen.Flanagan@pmi.org
ou
Megan Maguire Kelly, +1 610-356-4600 x7030
Megan.Kelly@pmi.org

Release Summary

Organizations still waste an average of $109 million for every $1 billion invested in projects and programs due to poor performance. High-performing organizations, however, waste 13 times less.

Contacts

PMI
Karen Flanagan, +1 610-356-4600 x1092
Karen.Flanagan@pmi.org
ou
Megan Maguire Kelly, +1 610-356-4600 x7030
Megan.Kelly@pmi.org